Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18889
Tipo do documento: Artigo
Título: Hábitos de higiene bucal e fatores relacionados em adultos de nível socioeconômico baixo
Título(s) alternativo(s): Oral hygiene habits and associated factors in brazilian adults from low socioeconomic status
Autor: Soares, Érika Fernandes
Novais, tatiana Oliveira
Freire, Maria do Carmo Matias
Resumo: Objetivo: investigar os hábitos de higiene bucal de adultos de nível socioeconômico baixo e a sua relação com fatores sociodemográficos e com a condição dentária relatada. Metodologia: a amostra foi composta por 211 moradores de domicílios beneficiados pela Estratégia Saúde da Família no município de Bonfinópolis - GO, que apresentavam as piores condições de moradia. Os dados foram coletados por meio de entrevista, usando um questionário estruturado. Utilizou-se o teste do qui-quadrado para comparação entre as variáveis. Resultado: a frequência mais comum de escovação foi duas vezes ou menos ao dia (56,2%). Os recursos de higiene bucal mais citados foram a escova (93,8%) e o creme dental (90,5%). A maioria relatou estar satisfeita com a própria limpeza dos dentes e considerou importante o cuidado com os dentes. Dos indivíduos entrevistados, 57,3% citaram a prevenção de doenças bucais como a principal razão para cuidar dos dentes. Mulheres, pessoas mais jovens e aquelas com mais tempo de escolaridade apresentaram maior frequência do uso do fio dental (p < 0,05). A frequência de escovação foi mais alta entre pessoas mais jovens, aquelas com mais tempo de escolaridade e as dentadas (p < 0,05). Conclusão: os adultos relataram bons hábitos de higiene bucal, os quais são influenciados por fatores sociodemográficos e pela condição dentária.
Abstract: Objective: this study aimed to investigate the relationship between oral hygiene habits of adults from low socioeconomic status and sociodemographic factors as well as reported dental condition. Method: sample included 211 residents of households benefited by the Brazilian Family Health Program and which had the worse household conditions in the city of Bonfinópolis - GO. Data were collected by interview using a structured questionnaire. Chi-square tests were used for comparisons between the variables. Result: the most common brushing frequency was twice a day or less (56.2%). The most cited oral hygiene aids were toothbrush (93.8%) and toothpaste (90.5%). Most reported being satisfied with their dental hygiene and considered it is important to care of their teeth. 57.3% cited prevention of dental diseases as the main reason for taking care of teeth. Women, younger people and those with more years of schooling had higher frequency of use of dental floss (p < 0.05). Frequency of toothbrushing was higher among younger people, those with more years of schooling and dentate people (p < 0.05). Conclusion: the adults reported good oral hygiene habits, which are influenced by their sociodemographic status and dental condition.
Palavras-chave: Higiene bucal
Oral hygiene
hábitos
Fatores socioeconômicos
Adultos
Habits
Adults
Socioeconomic factors
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Odontologia - FO (RG)
Citação: SOARES, Érika Fernandes; NOVAIS, Tatiana Oliveira; FREIRE, Maria do Carmo Matias. Hábitos de higiene bucal e fatores relacionados em adultos de nível socioeconômico baixo. Revista de Odontologia da UNESP, Araçatuba, v. 38, n. 4, p. 228-234, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18889
Data de publicação: 2009
Aparece nas coleções:FO - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Érika Fernandes Soares - 2009.pdf510,21 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons