Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18890
Tipo do documento: Artigo
Título: O açúcar na dieta das instituições para pessoas portadoras de necessidades especiais do estado de Goiás
Título(s) alternativo(s): The use of dietarysugar inthe institutions for people with disabilities in Goiás, Brasil
Autor: Nunes, Maria de Fátima
Freire, Maria do Carmo Matias
Ferreira, Rosana
Resumo: O presente trabalho objetivou avaliar conhecimentos e práticas desenvolvidas pelas instituições para pessoas portadoras de necessidades especiais (PNE) do Estado de Goiás quanto ao açúcar na alimentação. Das 52 instituições existentes, 32 (61,5%) participaram. Os dados foram coletados através de questionário ou entrevista aos recursos humanos das instituições. Na maioria a alimentação era comprada e a escolha do tipo de alimento era feita pelos seus responsáveis, baseada principalmente no valor nutricional e no interesse das PNE. Muitas instituições relataram que orientam os pais sobre alimentação, mas poucas abordavam sobre o açúcar. A maior parte dos profissionais de odontologia relatou ter feito alguma orientação sobre açúcar e saúde, para pais, funcionários e as próprias PNE. Todas as instituições que forneciam alimentação adicionavam açúcar à mesma e os principais motivos foram para ficar gostoso, para adoçar e para agradar aos PNE. Muitos recursos humanos que atuavam na definição ou preparo da alimentação demonstraram desconhecer os efeitos nocivos do açúcar, mas dentre os que possuíam este conhecimento foi alto o percentual que o relacionou às doenças crônicas, especialmente a obesidade e a cárie. Os resultados sugerem a necessidade de intervenções educativas integradas a políticas mais amplas de alimentação nas instituições pesquisadas.
Abstract: The objective of this study was to evaluate knowledge on and use of dietary sugar in the institutions for people with disabilities of the State of Goiás, Brasil. Of the 52 institutions, 32 (61.5%) participated. Data were collected through questionnaire and interview among the settings' staff. In most of institutions food was bought and the choice was made by those in charge of them, based mainly on nutritional value and the people's interest. Many institutions reported they advise parents about diet, but only a few have included information on sugar. Most of the dental professionals reported they have given some advice on sugar and health to the disabled, their parents and staff. All institutions added sugar to the meals served. The main reasons were to be tasty, to make food sweet and to please the disabled. Many of those in charge of the diet definition and preparation did not know the health hazards of sugar. However, a high proportion of those who had this knowledge related sugar to chronic diseases, especially obesity and dental caries. The results suggest there is a need for health education integrated to broader food policy policies in the institutions investigated.
Palavras-chave: Dieta
Saúde bucal
Açúcar
Portadores de deficiências
Portadores de necessidades especiais
Instituições
Diet
Oral health
Sugar
People with disabilities
Institutions
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Odontologia - FO (RG)
Citação: NUNES, Maria de Fátima; FREIRE, Maria do Carmo Matias; FERREIRA, Rosana. O açúcar na dieta das instituições para pessoas portadoras de necessidades especiais do Estado de Goiás. Robrac: revista odontologica do Brasil Central, Goiânia, v. 15, n. 39, p. 15-23, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/18890
Data de publicação: 2006
Aparece nas coleções:FO - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Maria de Fátima Nunes - 2006.pdf64,44 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons