Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19093
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSérvio, Pablo Petit Passos-
dc.creatorSilva Filho, Raimundo Martins da-
dc.date.accessioned2020-09-25T16:15:42Z-
dc.date.available2020-09-25T16:15:42Z-
dc.date.issued2015-12-
dc.identifier.citationSÉRVIO, Pablo Petit Passos; MARTINS, Raimundo. Epistemologia, educação e artes visuais: da ascensão da visão subjetiva ao modernismo na arte e no ensino de artes visuais. Ouvirouver, Uberlândia, v. 11, n. 2, p. 444-460, 2015.pt_BR
dc.identifier.issn1983-1005-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19093-
dc.description.abstractWe relate the epistemological revolution associated with the rise of the concept of subjective vision -­‐ developed in romanticism and critical to the rise of modernism -­‐ with ways of conceiving art and education. We emphasize that both romanticism, as modernism, were guided by a humanism that celebrated, wanted to protect and stimulate impulses described as natural dispositions of human beings. We stress, however, that such movements masked there role in disciplinary strategies that built the modern subject.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectEpistemologiapt_BR
dc.subjectRomantismopt_BR
dc.subjectEnsino de artes visuaispt_BR
dc.subjectModernismopt_BR
dc.subjectEpistemologypt_BR
dc.subjectRomanticismpt_BR
dc.subjectVisual art educationpt_BR
dc.subjectModernismpt_BR
dc.titleEpistemologia, educação e artes visuais: da ascensão da visão subjetiva ao modernismo na arte e no ensino de artes visuaispt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoRelacionamos a revolução epistemológica associada à ascensão do conceito de visão subjetiva 􀍴 desenvolvida no romantismo e fundamental para o modernismo 􀍴 com modos de conceber arte e educação. Ressaltamos que tanto romantismo, como modernismo, pautaram-­‐se por um humanismo que celebrou, quis proteger e estimular impulsos descritos como disposições naturais dos seres humanos. Salientamos, porém, que tais movimentos mascaravam assim sua atuação em estratégias disciplinares que construíam o sujeito moderno.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.identifier.doi10.14393/OUV17-v11n2a2015-11-
dc.publisher.departmentFaculdade de Artes Visuais - FAV (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FAV - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Pablo Petit Passos Sérvio - 2015.pdf381,52 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons