Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19122
Tipo do documento: Artigo
Título: Evaluation of physical and chemical parameters of the Sapota (Quararibea cordata Vischer): a fruit of the Amazon Brazilian
Título(s) alternativo(s): Avaliação dos parâmetros físicos e químicos da Sapota (Quararibea cordata Visher): uma fruta da Amazônia Brasileira
Autor: Carvalho, Vania Silva
Damiani, Clarissa
Ramirez Asquieri, Eduardo
Resumo: A Sapota (Quararibea cordata Vischer), também conhecida como chupa-chupa, é originária da Amazônia Brasileira, peruana e colombiana. A polpa do fruto maduro é comestível, fibrosa, de cor alaranjada intensa, sabor doce e aromática. Por ser pouco conhecida, torna-se necessário este trabalho, com o objetivo de avaliar o perfil físico e químico do fruto e, assim, obter mais informações sobre o seu potencial industrial. Foram avaliados: massa total (g), diâmetros longitudinal e transversal (mm), além da composição centesimal, valor calórico, teor de carotenóides, pectina total, acidez titulável total, pH, teor de açúcares solúveis totais, ácidos orgânicos, cor, potencial antioxidante e compostos fenólicos. Verificou-se que a sapota em Goiânia possui massa média de 595 g, diâmetro longitudinal de 10.06 cm e transversal de 10.68 cm. A fruta possui grandes quantidades de fibras alimentares (11.94%) e carotenóides totais (1.91 μg.g-1), além de um elevado teor de pectina total (5.24%). O fruto tem ainda uma quantidade de compostos fenólicos no extrato alcoólico de 6.31 mgEAG.100g-1 e de 15.06 mgEAG.100g-1 no extrato aquoso. Isso faz com que esse fruto tenha um caráter funcional. Dessa forma, pode ser inserido no cenário industrial, tendo como principal característica ser um fruto exótico com propriedades que lhe garantem um bom desempenho nutricional.
Abstract: Sapote (Quararibea cordata Vischer), also known as a chupa-chupa, is originated from the Brazilian, Peruvian and Colombian Amazon. The pulp of the ripe fruit is edible, fibrous, of intense orange color, sweet flavor and aromatic. Since the fruit is known in the Brazilian Amazon only in its domesticated state, this work becomes necessary, which evaluates the physical and chemical profile of the fruit and provides more information about its industrial potential. The following parameters were assessed: total mass (g) longitudinal and transversal diameters (mm), proximal composition, caloric value, carotenoids, total pectin, total titratable acidity, pH, total soluble sugars, organic acids, color, antioxidant potential and phenolic compounds. The Sapote grown in Goiânia has average mass of 595 g, longitudinal diameter of 10.06 cm and transversal diameter of 10.6 8 cm. The fruit contains large amounts of dietary fiber (11.94%) and carotenoids (1.91 μg.g-1), and high total pectin content (5.24%). The fruit also has phenolic compounds in the alcoholic extracts of 6.31 mgGAE.100g-1 and 15.06 mgGAE.100g-1 in the aqueous extract. This makes the fruit to have a functional feature. Thus, it can be included in the industrial context, with the main feature of being an exotic fruit with properties that give it good nutritional performance.
Palavras-chave: Fibra alimentar
Dietary fiber
Carotenóides
Pectina total
Carotenoids
Total pectin
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia - EA (RG)
Citação: MAGALHÃES, Vania Silva; DAMIANI, Clarissa; RAMIREZ ASQUIERI, Eduardo Ramirez. Evaluation of physical and chemical parameters of the Sapota (Quararibea cordata Vischer): a fruit of the Amazon Brazilian. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, Mossoró, v. 9, n. 2, p. 66-70, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19122
Data de publicação: 2014
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Vania Silva Carvalho - 2014.pdf303,42 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons