Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19241
Tipo do documento: TCC
Título: Red flags e fraudes corporativas: análise dos casos Petrobrás, JBS e Andrade Gutierrez sob o enfoque da NBC TA 240 (R1)
Título(s) alternativo(s): Red flags and corporate fraud: analysis of the Petrobrás, JBS and Andrade Gutierrez cases under the NBC TA 240 (R1)
Autor: Limeira, Ana Clara Gonçalves Melo da Silva
Primeiro orientador: Machado, Michele Rílany Rodrigues
Primeiro membro da banca: Machado, Michele Rílany Rodrigues
Machado, Camila Araújo
Machado, Lúcio de Souza
Resumo: Este estudo verificou se os red flags, mensuráveis a partir de informações externas às entidades, exibidos no Apêndice 1 da NBC TA 240 (R1), foram capazes de sinalizar o ambiente fraudulento das empresas Petrobrás, JBS e Andrade Gutierrez, apresentando diferenças estatisticamente significativa em suas médias, ou frequências, nos períodos sob investigação de fraude e sem investigação. Dos, aproximadamente, 42 red flags presentes na normatização, 15 foram selecionados e transformados em 24 variáveis, quantitativas e qualitativas. Tais proxies foram classificadas conforme os vértices do Triângulo de Fraude de Cressey, sendo eles, Incentivo/Pressão, Oportunidades e Atitude/Racionalização. As entidades analisadas nesse estudo, foram selecionadas por terem casos de fraude confirmados, através da operação Lava Jato, e por serem de capital aberto, sendo mais fácil de se obter informações contábeis, uma vez que, tais empresas são obrigadas a divulgar suas demonstrações financeiras. O período de fraude da Petrobrás foi delimitado como janeiro de 2004 a abril de 2012, o da JBS como janeiro de 2007 a dezembro de 2012 e, por fim, o da Andrade Gutierrez foi definido como janeiro de 2007 a agosto de 2015. O teste de média Mann-Whitney foi utilizado para verificar o comportamento das variáveis quantitativas, tal teste foi selecionado porque tais proxies seguiram uma distribuição não normal, e o teste Qui-Quadrado foi selecionado para as qualitativas, também, denominadas dummies, verificando se houve diferença na frequência dos eventos, nos períodos analisados. Vale ressaltar que ambos os testes foram analisados sob um nível de significância de 0,05. Dentre as dimensões do Triângulo de Fraudes, o enfoque Oportunidades apresentou, de uma maneira geral, indicadores mais efetivos. Dos red flags selecionados, a Petrobrás obteve 10 que apresentaram diferenças relevantes, nas médias ou frequências, enquanto que na JBS foram 7 e na Andrade Gutierrez, apenas, 5. Verificou-se, através da dummy D_PAREC_AUD, que as empresas de auditoria não foram capazes de captar a ocorrência de fraude nestas empresas, em quase todo o período analisado. Concluiu-se que, os red flags selecionados na norma NBC TA 240(R1), são mais eficazes em entidades que tiveram fraudes corporativas envolvendo demonstrações contábeis fraudulentas do que atos corrupção.
Palavras-chave: Red flags
Fraudes corporativas
Triângulo de fraude
NBC TA 240 (R1)
Operação lava jato
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas - FACE (RG)
Nome do curso: Ciências Contábeis (RG)
Citação: LIMEIRA, Ana Clara Gonçalves Melo da Silva. Red Flags e fraudes corporativas: análise dos casos Petrobrás, JBS e Andrade Gutierrez sob o enfoque da NBC TA 240 (R1). 2018. 35 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19241
Data de publicação: 4-Dez-2018
Aparece nas coleções:FACE - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Ciências Contábeis - Ana Clara Gonçaves Melo da Silva Limeira - 2018.pdf1,5 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons