Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19247
Tipo do documento: Artigo
Título: Reação de cultivares de feijoeiro comum à mancha angular em casa-de-vegetação
Título(s) alternativo(s): Reaction of common bean cultivars to angular leaf spot in the greenhouse
Autor: Reis, Fabiana Gonçalves dos
Sartorato, Aloísio
Costa, Joaquim Geraldo Caprio da
Rava Seijas, Carlos Augustín
Sibov, Sérgio Tadeu
Pinheiro, José Baldin
Carneiro, Monalisa Sampaio
Resumo: Foi avaliada a reação de 23 genótipos de feijoeiro comum (Phaseolus vulgaris) à mancha angular causada por Phaeoisariopsis griseola, utilizando os isolados monospóricos Ig 664 e Ig 669, caracterizados como os patótipos 63.23 e 63.19, respectivamente. Quatorze dias após a semeadura (estádio V3), as plantas foram inoculadas com uma suspensão contendo 2,5 x 104 conídios/mL, nas faces adaxial e abaxial da primeira folha trifoliolada. A avaliação dos sintomas foi efetuada aos 14 e 18 dias após a inoculação, utilizando-se uma escala variando de 1 (sem sintomas) a 9 ( ≥ 25% da área foliar com lesões de mancha angular). Das cultivares analisadas, BRS Valente, CNFC 10281, CNFP 10138, BRS Grafite, BRS Requinte, BRS Pontal, MAR 02, Cornell 49-242 e AND 277 foram resistentes aos dois isolados. As cultivares Carioca Rubi, CNFC 9504, CNFC 10150 e Soberano foram suscetíveis aos dois patótipos testados. O patótipo 63.23 foi o mais virulento. As novas fontes de resistência à mancha angular identificadas neste trabalho podem ser utilizadas em programas de melhoramento do feijoeiro comum, que visem incorporar resistência em novas cultivares.
Abstract: Twenty-three common bean (Phaseolus vulgaris) genotypes were tested for reaction to angular leaf spot disease caused by Phaeoisariopsis griseola in the greenhouse. All genotypes were tested with monosporic isolates Ig 664 and Ig 669, characterized as pathotypes 63.23 and 63.19, respectively. Fourteen-day-old plants (vegetative stage V3) were inoculated with a suspension containing 2.5 × 104 conidia/mL. This suspension was applied to the upper and lower leaf surfaces. Disease symptoms were evaluated 14 and 18 days after inoculation by using a rating scale varying from 1 (no symptoms) to 9 (≥ 25% of leaf area with angular leaf spot lesions). Culivars BRS Valente, CNFC 10281, CNFP 10138, BRS Grafite, BRS Requinte, BRS Pontal, MAR 02, Cornell 49-242 and AND 277 showed resistance to both isolates. Cultivars Carioca Rubi, CNFC 9504, CNFC 10150 and Soberano were susceptible to both pathotypes. Pathotype 63.23 was the most virulent. The new resistance sources identified in this work could be used in common bean breeding programs aiming to incorporate resistance to angular leaf spot in new common bean cultivars.
Palavras-chave: Resistência genética
Genetic resistance
Phaeoisariopsis griseola
Phaseolus vulgaris
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Citação: REIS-PRADO, Fabiana G. et al. Reação de cultivares de feijoeiro comum à mancha angular em casa-de-vegetação. Fitopatologia Brasileira, Brasília, DF, v. 31, n. 3, p. 306-309, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0100-41582006000300011
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Identificador do documento: 10.1590/S0100-41582006000300011
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19247
Data de publicação: Jun-2006
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Fabiana Gonçalves dos Reis - 2006.pdf270,06 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons