Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19478
Tipo do documento: Artigo
Título: Discursos sobre a educação nas histórias em quadrinhos
Título(s) alternativo(s): Discourses on education in comic strips
Autor: Tavares, Mayara Barbosa
Fernandes, Eliane Marquez da Fonseca
Resumo: O trabalho tem o objetivo de analisar os discursos e as formações discursivas sobre a educação, materializados nos quadrinhos de Calvin e Hobbes, de Bill Watterson; de Mafalda, de Quino e de Chico Bento, de Maurício de Sousa, e, também, estabelecer possíveis aproximações. A fundamentação teórica liga-se à Análise do Discurso de orientação francesa, com foco nas obras de Pêcheux (1990a; 1990b; 1999; 2006; 2009), levando em conta as noções de efeito de sentidos, condições de produção e formações discursivas. Tomam-se, ainda, as concepções de historicização de Maldidier (2003); os conceitos de dispositivo teórico e analítico de interpretação junto a Orlandi (2002), dentre outros. Na vertente voltada para a teoria sobre a educação, o embasamento se dá na obra-síntese de Mizukami (1986) e as delimitações das abordagens de ensino/aprendizado; e para problematizar os discursos e as formações discursivas materializadas nos quadrinhos acerca da educação, tem-se como foco as obras de Paulo Freire (1979; 1987; 1991; 1996; 1997). A partir das análises dos discursos e, em especial, das formações discursivas, nos quadrinhos de Calvin e Hobbes, Mafalda e Chico Bento, concluímos que há aproximações, como a crítica sobre a abordagem tradicional de ensino e aprendizado. Constrói-se um repúdio à educação embasada na repetição e na autoridade docente, dentre outros aspectos. É possível estabelecermos diálogos também com a concepção sócio-cultural problematizada por Paulo Freire.
Abstract: This work aims to analyze the discourses and discursive formation about education, materialized in the following comic strips: Calvin and Hobbes, by Bill Watterson, Mafalda by Quino and Chico Bento, by Maurício de Sousa, and also establish some possible connections among them. The theoretical background is linked to the French orientation on Discourse Analysis focused on Michel Pêcheux’s works (1990a; 1990b; 1999; 2006; 2009), taking into account the notions of meaning’s effect, conditions for production as well as discursive formation. It is also taken conceptions of historicization by Maldidier (2003); concepts of theoretical and analytical device of interpretation by Orlandi (2002), and others. The theory about education is based on the synthesis/work by Mizukami (1986) and the limits for the teaching/learning approach. To problematize the discourses and discursive formations materialized in comic strips about school education the focus is on Paulo Freire’s works (1979; 1987; 1991; 1996; 1997). From the analysis of the discourses and, specially, discursive formations, in Calvin and Hobbes, Mafalda, and Chico Bento’s comic strips, we come to the conclusion that there is approximation among them, as the critics on the traditional teaching/learning approach. It is built up a rejection to the education based on the repetition and on teacher’s authority; among other things. We can also establish dialogue with the socio-cultural design problematized by Paulo Freire.
Palavras-chave: Quadrinhos
Discurso e educação
Comic strips
Discourse and education
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Letras - FL (RG)
Citação: TAVARES, Mayara Barbosa; FERNANDES, Eliane Marquez da Fonseca. Discursos sobre a educação nas histórias em quadrinhos. Línguas & Letras, Cascavel, v. 16, n. 32, p. 87-105, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19478
Data de publicação: 2015
Aparece nas coleções:FL - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Mayara Barbosa Tavares - 2015.pdf674,6 kBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons