Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19598
Tipo do documento: Artigo
Título: Efeito renoprotetor das drogas anti-hipertensivas
Título(s) alternativo(s): Renoprotective action of anti-hypertensive drugs
Autor: Caetano, Edna Regina Silva Pereira
Praxedes, José Nery
Resumo: É conhecido o papel da hipertensão arterial sobre o rim, provocando, em situações clínicas e modelos experimentais, lesão e perda progressiva da função renal. Nas doenças renais, o aparecimento de hipertensão arterial agrava a nefropatia e acelera o risco da perda da função renal. O tratamento anti-hipertensivo, por outro lado, pode retardar a progressão da doença e da perda da função renal. A redução do número de néfrons, independentemente da doença renal inicial, impõe às unidades remanescentes uma sobrecarga hemodinâmica e funcional que leva à esclerose glomerular e à fibrose intersticial. Alguns exemplos anti-hipertensivos, como os inibidores da enzima conversora da angiotensina (ECA), pela sua ação diferenciada reduzindo a resistência na arteríola eferente, pós-glomerular, possuem ação renoprotetora adicional, além de reduzir a pressão arterial sistêmica. Essa renoproteção, já comprovada na nefropatia diabética, vem se tornando evidente, cada vez mais, na nefropatia não-diabética. Além dos inibidores da ECA, alguns bloqueadores dos canais do cálcio não-diidropiridínicos e antagonistas de receptores da angiotensina II têm demonstrado ação semelhante. Portanto, a terapia anti-hipertensiva nos pacientes nefropatas deve ser diferenciada, com o objetivo de retardar a doença e preservar a função renal.
Abstract: It is well known the impact of systemic hypertension in the rate of loss of renal function in different clinical situations and experimental models. In kidney diseases hypertension entrances the renal injury and accelerates the outcome of chronic renal failure. Reduced renal man causes hemodynamic and functional adaptation in the remnant renal units that causes progressive glomerular sclerosis and interstitial fibrosis. Some anti-hypertensive drugs such as angiotensin connecting enzyme inhibitors cause efferent arteriolar vasodilation, reducing the glomerular hypertension and hyperfiltration, and by this effect can additionally protect the kidney, besides reducing the systemic arterial pressure. This renoprotective action well demonstrated in diabetic nephropathy is also evident in non-diabetic nephropathy. Besides the converting enzyme inhibitor, some nondihydropiridinic calcium channel blockers have similar effect. Therefore, anti-hypertensive treatment in patients with kidney disease must be choosing regarding renal function preservation.
Palavras-chave: Hypertension
Kidney diseases
Anti-hypertensives
Renoprotection
Hipertensão
Doença renal
Antihipertensivos
Renoproteção
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: CAETANO, Edna Regina Silva Pereira; PRAXEDES, José Nery. Efeito renoprotetor das drogas antihipertensivas. Hiperativo, Rio de Janeiro, v. 5, n. 4, p. 234-241, out./dez.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19598
Data de publicação: Dez-1998
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Edna Regina Silva Pereira Caetano - 1998.pdf403 kBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons