Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19601
Tipo do documento: TCC
Título: "Não pode bunda e não pode remexer": femininos, danças populares e a censura ao corpo no ambiente escolar
Título(s) alternativo(s): "No puede culo y no puede quitar": femeninos, danzas populares y censura corporal en el entorno escolar
Autor: Oliveira, Taynnã Silva de
Primeiro orientador: Santos, Rafael Guarato dos
Primeiro membro da banca: Santos, Rafael Guarato dos
Aquino, Rita Ferreira de
Almeida, Fernanda de Souza
Resumo: O presente trabalho foi o resultado de três anos de iniciação cientifica pelo Programa Institucional de Iniciação Científica das Licenciaturas (PIBIC – PROLICEN – 2018/2019/2020) e tem como objetivo, compreender quais são os suportes que sustentam os argumentos acerca das limitações e/ou resistências das instituições públicas de ensino básico em Goiânia, em relação à inserção da prática das danças populares do tempo presente, enfatizando aquelas que também se encontram veiculadas nos meios de comunicação. Para tanto, foram realizadas análises teóricas e bibliográficas acerca dos meios de comunicação e indústria cultural, ensino da dança e questões de gênero, bem como, recorremos ao uso de fontes oriundas de sites presentes na internet e a aplicação de entrevistas orais semiestruturadas, feitas em 4 escolas de rede pública de ensino básico no município de Goiânia, Estado de Goiás. Foram identificados três principais eixos censórios, sendo eles: a questão gênero; questões de classe através da desqualificação estética; e a existência de uma moralidade de orientação cristã, que interpreta tais danças como meramente mercadológicas, desprovidas de significações, sem relevância cultural e artística, imoral e desprovidas de pudor.
Abstract: El presente trabajo fue el resultado de tres años de iniciación científica por parte del Programa Institucional de Iniciación Científica de Licenciaturas (PIBIC - PROLICEN - 2018/2019/2020) y tiene como objetivo comprender qué soportes sustentan los argumentos sobre limitaciones y / o resistencias del instituciones públicas de educación básica en Goiânia, en relación a la inserción de la práctica de danzas populares de la actualidad, destacando las que también se publican en los medios de comunicación. Para ello, se realizaron análisis teóricos y bibliográficos sobre los medios de comunicación y la industria cultural, la enseñanza de la danza y la problemática de género, así como el uso de fuentes de sitios web en internet y la aplicación de entrevistas orales semiestructuradas, realizadas en 4 escuelas públicas de educación básica en la ciudad de Goiânia, Estado de Goiás, se identificaron tres ejes censales principales, a saber: el tema de género; problemas de clase a través de la descalificación estética; y la existencia de una moral de orientación cristiana, que interpreta tales danzas como meramente orientadas al mercado, desprovistas de significado, sin relevancia cultural y artística, inmorales y desprovistas de vergüenza.
Palavras-chave: Censura
Danças populares do tempo presente
Escola
Gênero
Mídia
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Faculdade de Educação Física e Dança - FEFD (RG)
Nome do curso: Dança (RG)
Citação: OLIVEIRA, Taynnã. "Não pode bunda e não pode remexer": femininos, danças populares e a censura ao corpo no ambiente escolar. 2021. 68 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Faculdade de Educação Física e Dança, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19601
Data de publicação: 8-Jun-2021
Aparece nas coleções:FEFD - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Dança - Taynnã Silva de Oliveira - 2021.pdf962,68 kBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons