Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19621
Tipo do documento: TCC
Título: Processo formativo em Arte: da improvisação ao autoconhecimento
Título(s) alternativo(s): Educational process in Art: from improvisation to self-knowledge
Autor: Santos, Marcus Vinicius do Prado
Primeiro orientador: Lima, Marlini Dorneles de
Primeiro membro da banca: Lima, Marlini Dorneles de
Nunes, Alexandre Silva
Souza, Gutemberg Antônio de
Resumo: O processo formativo descrito neste trabalho está focado nas práticas performativas enquanto modos de se obter autoconhecimento. O propósito principal da pesquisa é o de mediar diferentes epistemologias com a experiência da graduação em Dança. Buscando nos conceitos de arquétipos, inconsciente coletivo, mito e ritual; um cruzamento com as narrativas das práticas de si como modo de insurgência enquanto professor e artista. O tarot é utilizado como mecanismo de investigação das vivências com a dança e a improvisação cênica. Esta autoetnografia, absorvida em diários de campo e vivências místicas com o arcano do tarot VIIII (9) – O Eremita, constrói uma metodologia de dança prismática que guia para o processo criativo da estrela do prisma. Como resultado tem-se a expressão criativa através da escrita que tem efeitos de autocura, vista a sua capacidade de atribuir significação à crenças e emoções de forma poética. Escrever, interrogar e interpretar a si mesmo como recurso integrador dos ciclos vividos utilizando a arte como catalisadora. De modo a contribuir para o campo transpessoal com o compartilhamento de experiências que podem auxiliar a autoconstrução contínua.
Abstract: The formative process described in this work is focused on performative practices as ways of obtaining self knowledge. The main purpose of the research is to mediate different epistemologies with the experience of graduation in Dance. Searching the concepts of archetypes, collective unconscious, myth and ritual; a crossing with the narratives of the practices of the self as a way of insurgency as a teacher and artist. The tarot is used as a mechanism for investigating experiences with dance and scenic improvisation. This autoethnography, absorbed in field diaries and experiences mystics with the arcane of the tarot VIIII (9) – The Hermit, builds a methodology of prismatic dance that guides to the creative process of the star of the prism. As a result, there is creative expression through writing that has self-healing effects, given its ability to attribute meaning to beliefs and emotions in a poetic way. Writing, interrogating and interpreting oneself as a resource that integrates the cycles experienced using art as a catalyst. In order to contribute to the transpersonal field with the sharing of experiences that can help continuous self-construction.
Palavras-chave: Processo formativo
Improvisação
Autoconhecimento
Dança
Arquétipos
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Faculdade de Educação Física e Dança - FEFD (RG)
Nome do curso: Dança (RG)
Citação: SANTOS, Marcus Vinicius do Prado. Processo formativo em Arte: da improvisação ao autoconhecimento. 2021. 102 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Faculdade de Educação Física e Dança, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19621
Data de publicação: 2-Jun-2021
Aparece nas coleções:FEFD - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Dança - Marcus Vinicius do Prado Santos - 2021.pdf41,21 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons