Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19746
Tipo do documento: Artigo
Título: Geografia íntima das coisas: a poesia de Micheliny Verunschk
Título(s) alternativo(s): Intimate geography of the things: Micheliny Verunschk’s poetry
Autor: Yokozawa, Solange Fiuza Cardoso
Resumo: Propõe-se examinar a poética das coisas no livro Geografia íntima do deserto, de Micheliny Verunschk, procurando evidenciar a relação dessa poética com uma tradição lírica moderna que remonta a, entre outros, Francis Ponge e João Cabral de Melo Neto. Intenta-se acompanhar como se configura a intimidade nessa poesia que parece negá-la ao se voltar para o exterior. Para tanto, serão lidos alguns poemas exemplares de Geografia íntima do deserto. Antes disso, far-se-á um percurso por teorias da lírica, de Hegel a pensadores modernos e contemporâneos, para refletir sobre a subjetividade, seu suposto desaparecimento na modernidade poética e sobre a possibilidade de construção de uma figuração outra da intimidade em uma poesia que a apaga da epiderme do texto.
Abstract: We propose to examine the poetry of the things in the book Geografia íntima do deserto, by Micheliny Verunschk, trying to show the relationship of this poetic with a modern lyrical tradition which dating back to, among others, Francis Ponge and João Cabral de Melo Neto. This study seeks to observe how the intimacy is configured in this poetry, which seems to deny it to turn outwards. For this, some exemplary poems from Geografia íntima do deserto will be read. Before that, we will pass through theories of the lyric, from Hegel to modern and contemporaries thinkers in order to reflect about subjectivity, its supposed vanishing in modern poetry, and the possibility of building another figuration of intimacy in a poetry that extinguishes this intimacy of the surface of the text.
Palavras-chave: Poesia brasileira contemporânea
Poesia das coisas
Micheliny Verunschk
Subjetividade lírica
Brazilian contemporary poetry
Poetry of the things
Lyrical subjectivity
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Letras - FL (RG)
Citação: YOKOZAWA, Solange Fiuza Cardoso. Geografia íntima das coisas: a poesia de Micheliny Verunschk. Texto Poético, Goiânia, v. 6, n. 9, p. 239-254, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.25094/rtp.2010n9a49
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Identificador do documento: 10.25094/rtp.2010n9a49
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19746
Data de publicação: 2010
Aparece nas coleções:FL - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Solange Fiuza Cardoso Yokozawa - 2010.pdf109,84 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons