Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19851
Tipo do documento: TCC
Título: Direito à biodiversidade: agroecologia como estratégia de resistência ao sistema agrícola industrial
Título(s) alternativo(s): Right to biodiversity: agroecology as a resistance strategy to the industrial agricultural system
Autor: Alves, Paula Franco
Primeiro orientador: Rocha, Eduardo Gonçalves
Primeiro membro da banca: Rocha, Eduardo Gonçalves
Freitas, Vitor Souza
Moura, Priscila Kavamura Guimarães de
Resumo: O presente trabalho visa responder a seguinte pergunta: como o conhecimento agroecológico, pautado as redes de agroecologia, garantem o direito à biodiversidade e a proteção dos conhecimentos tradicionais sobre as sementes? Com isso, objetivase compreender, através de uma abordagem qualitativa e bibliográfica, como ocorreu o processo de industrialização da agricultura e quais as consequências trazidas pela modernização ao sistema agrícola, bem como entender a forma de atuação das redes de agroecologia que visam garantir o direito à biodiversidade. No primeiro capítulo, é apresentado o processo de industrialização da agricultura e a chegada da Revolução Verde no campo, enfatizando as consequências da implementação de seu pacote tecnológico e as alterações geradas no sistema agrícola, principalmente em relação às sementes. Já o segundo capítulo, destina-se a apresentar as principais legislações brasileiras que tratam sobre sementes e biodiversidade, relacionando-as com as formas de agricultura existentes e o sistema agroalimentar, abordando sua influência para a manutenção da agrobiodiversidade, da segurança alimentar e na proteção das sementes crioulas. Por fim, no terceiro capítulo será abordado as alternativas de resistência ao sistema agrícola industrial, partindo da análise do conhecimento agroecológico e da criação das redes de agroecologia, apresentando suas as formas de atuação e estratégias para a garantia do direito à biodiversidade. Desse modo, é preciso compreender a relação existente entre as legislações e o sistema agrícola industrial e como isso influencia na criação das redes de agroecologia e na construção do conhecimento agroecológico.
Abstract: This work aims to answer the following question: how does agroecological knowledge, based on agroecology networks, guarantee the right to biodiversity and the protection of traditional knowledge about seeds? With this, it aims to understand, through a qualitative and bibliographic approach, how the process of industrialization of agriculture occurred and what the consequences modernization brought to the agricultural system, as well as to understand the way of acting of the agroecology networks that aim to guarantee the right to biodiversity. The first chapter presents the process of agricultural industrialization and the arrival of the Green Revolution in the countryside, emphasizing the consequences of the implementation of its technological package and the changes generated in the agricultural system, especially in relation to seeds. The second chapter, aims to present the main Brazilian legislation dealing with seeds and biodiversity, relating it to the existing forms of agriculture and the agrifood system, addressing its influence on the maintenance of agrobiodiversity, food security and the protection of native seeds. Finally, the third chapter, will address the alternatives for resistance to the industrial agricultural system, starting with the analysis of agroecological knowledge and the creation of agroecology networks, presenting their forms of action and strategies for guaranteeing the right to biodiversity. Thus, it is necessary to understand the relationship between legislation and the industrial agricultural system and how this influences the creation of agroecology networks and the construction of agroecological knowledge.
Palavras-chave: Direito à biodiversidade
Sementes
Redes de agroecologia
Right to biodiversity
Seeds
Agroecology networks
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Regional Cidade de Goiás (RCG)
Nome do curso: Direito (RCG)
Citação: ALVES, Paula Franco. Direito à biodiversidade: agroecologia como estratégia de resistência ao sistema agrícola industrial. 2021. 72 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Unidade Acadêmica Especial de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Goiás, Cidade de Goiás, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19851
Data de publicação: 6-Jun-2021
Aparece nas coleções:CG - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Direito - Paula Franco Alves - 2021.pdf1,37 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons