Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19907
Tipo do documento: TCC
Título: Formação cultural de professores: o problema da formação prévia e o desafio da ressignificação da cultura
Título(s) alternativo(s): Cultural training of teachers: the problem of prior training and the challenge of resignifying culture
Autor: Ruchinsque Neto, Penaforte
Primeiro orientador: Real, Márcio Penna Corte
Primeiro membro da banca: Real, Márcio Penna Corte
Gomide, Cristina Helou
Ribeiro, Miriam Bianca do Amaral
Resumo: O presente trabalho de conclusão de curso tem como objetivo destacar a importância de uma formação cultural de professores que proponha ressignificar a cultura na experiência acadêmica dos pedagogos em formação inicial. Pretende-se iniciar uma discussão para que possamos compreender em que medida a formação cultural prévia destes acadêmicos pode determinar suas observações na universidade, visto que o acesso a bens culturais é difícil para grande parcela da população. Nesse caso, entendendo cultura como oportunidades de acesso à informação, lazer e artes, visto que grande parte deles é classe trabalhadora, não lhes restando energia para a vivência de práticas culturais. Aliado a isso, condições materiais desiguais ficam evidentes quando convivemos no cotidiano da Universidade, em específico, no curso de pedagogia da UFG. Pensando nisso, traçou-se o ponto de encontro entre essa cultura pré-universitária e a própria do ensino superior, tendo como base o trabalho de Monique Andries Nogueira (2008), que já dissertou sobre este assunto nesta faculdade em anos anteriores. Analisou-se os documentos norteadores que contribuem para a composição do currículo do curso de pedagogia da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás, com foco na formação cultural. Dentre estes documentos estão o Projeto Político Pedagógico da instituição, as diretrizes curriculares para a formação de professores em vigor e as discussões recentes, entre governo e entidades, que trarão mudanças para a estrutura do currículo deste e de outros cursos de formação de professores. Utilizamos os debates de Adorno, Denis Cuche e Raymond Williams, que trazem reflexões sobre o conceito de cultura. Raymond Williams em específico, trata de ressignificação. Ao concluir levantam-se questões e possibilidades para que a formação cultural de professores tenha o seu papel ressignificador, respeitando a cultura prévia dos acadêmicos, oportunizando abertura de seu universo cultural para que na universidade sejam apresentados para aquilo que, em outros meios, não teriam acesso e, além disso, desafiando as diretrizes curriculares nacionais.
Abstract: The present end of course assignment aims to highlight the importance of a cultural formation of teachers that proposes to resignifying culture in the academic experience of pedagogues in initial training. It is intended to start a discussion so that we can understand to what extent the previous cultural formation of scholars can determine their observations at the university, since access to cultural goods is difficult for a large portion of the population. In this case, understanding culture as opportunities for access to information, leisure, and arts, since large part and of them are working class, not leaving them energy for the experience of cultural practices. In addition, unequal material conditions are evident when we live in the daily life of the University, in particular, in the pedagogy course of UFG. Thinking about this, the meeting point between this pre-university culture and the higher education culture itself was drawn, based on the work of Monique Andries Nogueira (2008), who has already discussed on this subject in this faculty in previous years. It was analyzed the guide documents that contribute to the composition of the curriculum of the pedagogy course of the Faculty of Education of the Federal University of Goiás, focusing on cultural formation. Among these documents are the Political Pedagogical Project of the institute, the curricular guidelines for the training of teachers in force and recent discussions, between government and entities, which will bring changes to the structure of the curriculum of this and other teacher training courses. We used the debates of Adorno, Denis Cuche and Raymond Williams, which bring reflections on the concept of culture. Raymond Williams in particular, deals with resignification. At the conclusion, questions and possibilities are raised for the cultural formation of teachers to have its resignification role, respecting the previous culture of the academics, enabling the opening of their cultural universe so that in the university they are presented to what, in other ways, they would not have access and, moreover, challenging the national curriculum guidelines.
Palavras-chave: Cultura
Formação cultural
Formação inicial
Pedagogia
Ressignificar
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Faculdade de Educação - FE (RG)
Nome do curso: Pedagogia (RG)
Citação: RUCHINSQUE NETO, Penaforte. Formação cultural de professores: o problema da formação prévia e o desafio da ressignificação da cultura. 2021. 28 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19907
Data de publicação: 9-Jun-2021
Aparece nas coleções:FE - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Pedagogia - Penaforte Ruchinsque Neto - 2021.pdf1,04 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons