Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19942
Tipo do documento: TCC
Título: Formação e psicologia: a literatura comparece nessa relação?
Título(s) alternativo(s): Education and psychology: does literature appear in this relationship?
Autor: Ramalho, Vitória Sousa
Primeiro orientador: Soares, Renata Leite
Primeiro membro da banca: Soares, Renata Leite
Paranahyba, Jordana de Castro Balduino
Resumo: O presente trabalho consiste em uma pesquisa bibliográfica que busca investigar e problematizar se a literatura, em seu aspecto formativo, poderia ser uma mediação na relação entre psicologia e formação. A pesquisa é balizada pelo referencial teórico da Psicologia Histórico-Cultural, a partir da produção de Vigotski acerca da Educação Estética, em que o autor tece críticas às concepções predominantes desta educação e problematiza suas finalidades. Ela também reflete sobre a relação da arte com a realidade e discute o papel dos contos de fadas nessa educação. Neste trabalho, compreendemos a formação enquanto um processo que acontece na relação do sujeito com o mundo, que é contínua e que extrapola os contextos educativos, não se tratando apenas de profissionalização. A formação deve desvelar as contradições da sociedade, permitindo que o sujeito faça reflexões e críticas, e encaminhando-o para a autonomia. Reconhecemos que essa concepção de formação ampliada e crítica é uma grande contribuição que um olhar atento da Psicologia pode oferecer em sua interface com a Educação. Para isso, foi feita uma pesquisa bibliográfica em revistas cujo tema central é a Psicologia da Educação, com o objetivo de apresentar e discutir o que tem sido produzido na área na última década (2010-2020). Analisa-se especificamente como a temática da literatura, enquanto mediadora e formadora, tem comparecido nas produções de Psicologia da Educação e como a afetividade e a imaginação comparecem nesse processo. Observou-se que os temas investigados comparecem nas produções encontradas, mas sob diferentes perspectivas e concepções, as quais foram discutidas suas implicações no campo educacional. Foi discutida literatura enquanto mediadora na formação e suas potências de reflexões, expressões, elaborações e significações, e também os limites e riscos de instrumentalização, reducionismo, moralização e psicologização. Destacamos que esse trabalho pretende contribuir com reflexões no campo da Psicologia da Educação, não esgotando o assunto, mas propondo que a literatura possa comparecer e contribuir com este campo
Abstract: The present paper is composed of a bibliographic research in order to investigate, and question whether literature, in its formative aspect, could be a mediation in the relationship between psychology, and education. The research is guided by the theoretical framework of Historical-Cultural Psychology, based on Vygotsky’s production on Aesthetic Education, in which the author criticizes the prevailing conceptions of the mentioned education questioning its purposes. It also reflects on the relationship between art, and reality discussing the role of fairy tales in the referred education. In this work, we understand training equivalent to a process which takes place in the subject's relationship with the world, continuous, and that extrapolates educational contexts, not just in relation to professionalization. Training must unveil the contradictions of society, allowing the subject to make reflections and criticisms, leading him to autonomy. We recognize this concept of expanded and critical education as a great contribution resulted of a close look at Psychology can offer in its interface with Education. For this purpose, a bibliographic research was carried out in magazines whose central theme is Educational Psychology, with the goal of presenting and discussing what has been produced in the area in the last decade (2010-2020). It specifically analyzes how the theme of literature, as a mediator and trainer, has appeared in the educational psychology productions and how affectivity and imagination appear in this process. It was observed that the investigated themes appear in the productions found, however under different perspectives, and conceptions, which their implications in the educational field were discussed. Literature was discussed while a mediator in training and its powers of reflections, expressions, elaborations, and meanings, along with the limits, and dangers of instrumentalization, reductionism, moralization, and psychologization. We emphasize that this work intends to contribute with reflections in the field of Educational Psychology, not exhausting the subject, but proposing that the literature can attend and contribute to this field.
Palavras-chave: Psicologia da educação
Literatura
Formação
Imaginação
Afetividade
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Faculdade de Educação - FE (RG)
Nome do curso: Psicologia (RG)
Citação: RAMALHO, Vitória Sousa. Formação e psicologia: a literatura comparece nessa relação? 2021. 53f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19942
Data de publicação: 28-Mai-2021
Aparece nas coleções:FE - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Psicologia - Vitória Sousa Ramalho - 2021.pdf543,09 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons