Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/4178
Tipo do documento: Monografia
Título: Era uma vez... os contos de fadas na publicidade: melissa em busca de uma narrativa com final feliz
Autor: Borges, Andressa Cunha Martins
Primeiro orientador: Fróes, Thalita Sasse
Primeiro membro da banca: Santos, Goiamérico Felício Carneiro dos
Fróes, Thalita Sasse
Resumo: Os Contos de Fada são clássicos da Literatura infantil que atravessam séculos, fronteiras e línguas diversas reproduzindo seus temas e personagens na vida da maioria das crianças, sem deixar, também, de interferir no universo adulto. Este gênero de Literatura conta com elementos particulares para alcançar seu público, chegando ao seu pré-consciente ou mesmo inconsciente para ajudá-lo a lidar com conflitos internos. É possível perceber como os Contos de Fada ultrapassam as páginas dos livros, reescrevendo suas narrativas em outros formatos, reestruturando linguagens e personagens de acordo com a época na qual estão inseridos. Tornam-se assim, conteúdos que habitam o imaginário de crianças, adolescentes e adultos e se transformam em inspiração, de modo especial, para o processo de comunicação; já que este recorre freqüentemente aos elementos enraizados culturalmente, facilitando a identificação com o que se comunica. Nas campanhas publicitárias - as quais se apropriam dos Contos de Fada - a linguagem simbólica criada a partir da aproximação da narrativa publicitária com elementos da narrativa literária desses Contos não desempenha apenas uma função mercadológica, mas antes realiza uma função cultural junto ao seu público. É pertinente então, questionar quais elementos permanecem e quais são modificados para se adequarem aos objetivos publicitários dessa apropriação. E indagar-se, também, se as adaptações presentes nos anúncios reforçam a criação de um universo mágico no qual se mistura imaginação, fantasia e realidade ao processo de consumo. Assim, a Chapeuzinho Vermelho, a Branca de Neve, a Cinderela e a Rapunzel podem vestir saias curtas e apresentarem um comportamento mais atrevido a fim de se relacionarem com o público-alvo adolescente. Este se reconhece nesse universo expresso na narrativa publicitária associando-se a ele por meio de uma marca ou produto a fim de satisfazer o desejo de possuir o objeto mágico que assegura a entrada em um mundo idealizado. Desse modo, ambas as narrativas são fontes de representação social que recorrem a ferramentas exclusivas para conquistar a atenção e o interesse. Empenha-se em saber se da união dessas ferramentas, surge uma narrativa que encontra acesso fácil ao desejo do consumidor. E ainda, procura-se entender se a moral típica dos Contos de Fada influencia a organização de sentido das narrativas publicitárias. Podendo estas, assim, passar do “Era uma vez...” para o final feliz, já, em partes, perceptível na recorrência do fenômeno de apropriação desse tema pela Publicidade.
Abstract: The Fairy Tales are classics of Children’s books that cross centuries, frontiers and languages reproducing subjects and characters in the lives of most children, as well as interfering in adult’s world. This genre of Literature has particular elements to reach its targets. It can reach their pre-conscious or even unconscious mind level to help them dealing with internal conflicts. It is possible to note how the Fairy Tales exceeds the pages of books, rewriting their narratives in other formats, reorganizing languages and characters according to the time they are insert. And so, they take part in the imaginary of children, adolescents and adults and became an inspiration, in particular way, to the communication process. This process often appeals to culturally deep-rooted elements, which facilitates the identification between the public and what is communicated. The symbolic language does not perform only a marketing function in advertising campaigns. Besides, it performs a cultural function with its target. Then, the aim of this assignment is questioning which elements remain and which are modified to fit in with the advertising objectives of this appropriation. As long as inquire if these adaptations reinforce the creation of a magical universe in which blends imagination, fantasy and reality in the consumption process. Thus, the Little Red Riding Hood, the Snow White, Cinderella and Rapunzel can wear short skirts and have a more impudent behavior in order to relate to its teenage target. This public recognizes itself in the advertising narrative universe through a brand or a product in order to satisfy the desire to possess the “magical object” that assures the entrance in this idealized world. In this way, both narratives are sources of social representation that appeals exclusive tools to capture the attention and interest. Another aim will be doing our utmost to verifying if from the union of these tools, results a narrative that finds an easier access to the consumer desire. There is also a try to understand if the typical moral of the Fairy Tales influences the organization of sense of the advertising narrative. This way, these narratives can pass from the "Once Upon a Time ...” for the happy ending, which is, in parts, perceptible in the recurrence of the appropriation phenomenon of this subject by Advertising.
Palavras-chave: Narrativas
Contos de fadas
Linguagem publicitária
Marca/produto
Adolescentes
Narratives fairy tale
Advertising Language
Brand/product
Adolescents
País: brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Faculdade de Informação e Comunicação (RG)
Nome do curso: Publicidade e Propaganda (RG)
Citação: BORGES, Andressa Cunha Martins. Era uma vez... os contos de fadas na publicidade: melissa em busca de uma narrativa com final feliz. 2008. 102 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação)–Faculdade de Informação e Comunicação, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2008.
Tipo de acesso: Acesso aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/4178
Data de publicação: 2008
Aparece nas coleções:FIC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG-Publicidade e Propaganda-Andressa Cunha Martins Borges.pdf4,64 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons