Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/4297
Tipo do documento: Monografia
Título: A comunicação de massa e os direitos dos animais: uma nova perspectiva de consideração moral e ambientalismo
Autor: Carneiro, Mônica Machado
Primeiro orientador: Marques, Divina Eterna Vieira
Primeiro membro da banca: Marques, Divina Eterna Vieira
Covem, Eliane
Resumo: A moral tradicional da sociedade ocidental vem sendo profundamente questionada por diversos segmentos filosóficos contemporâneos por não ter conseguido se ocupar dos complexos problemas que surgem da relação do homem com a natureza, historicamente comprometida com a exploração e a produção de valor econômico. Diante deste problema, a injusta relação de tirania entre os animais humanos e não-humanos é o alvo deste trabalho, que busca não somente demonstrar a urgência da recolocação dos valores atinentes aos seres sensíveis que habitam a natureza, até então considerados como propriedades com valor extrínseco ou condicional, como ainda situar a informação como produtora de sentido dentro desta perspectiva de conscientização. Nesse sentido, por meio de uma revisão bibliográfica, o tema dos direitos dos animais foi desenvolvido dentro de uma perspectiva desconstrucionista, que buscou derrubar o pensamento clássico da superioridade humana que estabelece a justificativa moral da exploração, ao incluir o conceito de igualdade moral entre espécies. Situada a base filosófica, as finalidades que se seguiram da revisão bibliográfica e da análise de determinadas matérias veiculadas na mídia sobre o tema foram a de situar a atual posição do jornalismo ambiental dentro da temática, bem como de estabelecer propostas para reorientar o processo de libertação animal em desenvolvimento. Por meio da crítica aos valores socialmente difundidos e legitimados pelos meios de comunicação de massa, referentes sobretudo à permissibilidade de comportamentos cruéis com relação aos animais não-humanos, a conclusão final foi a de que o jornalismo não só não auxilia no processo de ressignificação moral intentado, como também o atrapalha, na medida em que não obedece aos princípios éticos mais fundamentais da profissão, elencados nos diversos códigos normativos. Como solução, foram apresentadas teorias teórico-ideológicas, práticas e coercitivas eficazes na consolidação dos direitos dos animais, todas elas diretamente relacionadas com as formas de apropriação, produção e disseminação do conhecimento simbólico, na forma de informação, por parte dos movimentos de libertação animal.
Palavras-chave: Direitos dos animais
Igualdade moral
Igual consideração de interesses
Especismo
Jornalismo ambiental
País: brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Faculdade de Informação e Comunicação (RG)
Nome do curso: Jornalismo (RG)
Citação: CARNEIRO, Mônica Machado. A comunicação de massa e os direitos dos animais: uma nova perspectiva de consideração moral e ambientalismo. 2008. 113 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Faculdade de Informação e Comunicação, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2008.
Tipo de acesso: Acesso aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/4297
Data de publicação: 2008
Aparece nas coleções:FIC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Jornalismo - Mônica Machado Carneiro.pdfTrabalho de Conclusão de Curso - Artigo Principal562,77 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.