Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/57
Tipo do documento: Artigo publicado em periódico científico
Título: Perfil das intoxicações exógenas infantis atendidas em um hospital especializado da rede pública de Goiânia-GO
Título(s) alternativo(s): Perfil de las intoxicaciones infantiles atendidas en un hospital especializado de la red publica de Goiânia-GO
Profile of the infantile exogenous intoxications assisted in a specialized hospital of Goiânia-GO
Autor: Siqueira, Karina Machado
Abstract: Este estudo objetivou descrever o perfil das intoxicações exógenas agudas, entre crianças de 0 a 12 anos de idade, atendidas em um hospital especializado em atendimentos maternos e infantis da rede pública de Goiânia, entre julho e dezembro de 2006. Trata-se de estudo do tipo descritivo, exploratório, com abordagem quantitativa. A análise demonstrou que a maioria das crianças vive em zona urbana, sendo 53,7% procedentes de Goiânia- GO. Dentre os 121 casos, 51,2% corresponderam a intoxicações com indivíduos do sexo masculino, sendo que em 80,2% o acidente ocorreu no domicílio. A faixa etária mais freqüente correspondeu a crianças entre 1 e 3 anos, totalizando 64,4% dos casos notificados. A via de intoxicação mais freqüente foi a oral, sendo exclusiva em 116 casos (95,7%). O agente causal mais prevalente foi o medicamento (34%), seguido dos raticidas (14%) e produtos químicos de uso domiciliar (13%). Entende-se que conhecendo o perfil das intoxicações infantis é possível constituir subsídios que permitam trabalhar aspectos preventivos e terapêuticos destas intoxicações. Neste contexto, o enfermeiro assume um papel fundamental, atuando como educador junto aos pais e crianças, com o intuito de reduzir índices de mortalidade e minimizando aspectos relativos à morbidade deste tipo de acidente infantil. _______________________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT _______________________________________________________________________________________________________________________ This study aimed to describe the profile of the acute exogenous intoxications, among children from 0 to 12 years of age, assisted in a specialized hospital of Goiânia between July and December of 2006. It is a study of the type descriptive, exploratory, with quantitative approach. The analysis demonstrated that most of the children lives in urban zone, being 53,7% coming from Goiânia-GO. Among the 121 cases, 51,2% corresponded to intoxications with individuals of the masculine sex, and in 80,2% the accident happened at home. The most frequent age group corresponded to children between 1 and 3 years, totaling 64,4% of the notified cases. The most common way of intoxication was oral, being exclusive in 116 cases (95,7%). The most common causal agent was the medicine (34%), followed by the mouse poisons (14%) and chemical products of household use (13%). Understands that knowing the profile of the infantile intoxications is possible to constitute subsidies that allow to work preventive and therapeutic aspects of these intoxications. In this context, the nurse takes a fundamental function, acting like as educator near parents and children, with the intention of reducing mortality rate and minimizing relative aspects to the morbid of this type of infantile accident.
Citação: SIQUEIRA, Karina Machado. Perfil das intoxicações exógenas infantis atendidas em um hospital especializado da rede pública de Goiânia-GO. Revista Eletrônica de Enfermagem, Goiânia, v, 10, n. 3, jul/set. 2008. Disponível em: <http://www.fen.ufg.br/revista/v10/n3/v10n3a12.htm>.
Tipo de acesso: Open Access
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/57
Data de publicação: 30-Set-2008
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
perfil_intox_v10n3a12.pdf123,51 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons