Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1028
Tipo do documento: Dissertação
Título: Influência do biótipo de cor de fruto e da sazonalidade no óleo essencial das folhas Eugenia uniflora
Título(s) alternativo(s): Influence of fruit biotypes and seasonal variability on the chemical composition of the essential oils of Eugenia uniflora leaves
Autor: COSTA, Deomar Plácido da
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/3196379966521186
Primeiro orientador: FERRI, Pedro Henrique
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/2129799749473005
Resumo: A análise multivariada da composição química dos óleos essenciais das folhas de Eugenia uniflora com diferentes cores de fruto indicou a presença de três grupos de óleos em relação ao biótipo do fruto das amostras. O primeiro grupo incluiu amostras de frutos amarelo-alaranjados, roxos e vermelhos escuros contendo altas percentagens de germacreno B (11-31%), germacrona (9,8-54%) e atractilona (0-20%). No grupo II, com amostras de frutos vermelhos claro, os constituintes majoritários foram o curzereno (42-43%), germacreno D (8,7-9,0%) e germacreno A (5,9-8,9%), enquanto que o grupo III incluiu amostras com frutos de cor vermelho-alaranjado, caracterizadas por um alto conteúdo de selina-1,3,7(11)-trien-8-ona (40-55%) e epóxido de selina- 1,3,7(11)-trien-8-ona (13-24%). Em adição, a influência sazonal na composição química dos óleos essenciais de um biótipo d cor de fruto vermelho-alaranjado grupo III indicou a presença das duas estações do Cerrado brasileiro. As amostras coletadas na estação seca (abril-setembro) foram caracterizadas por conterem as mais altas percentagens de espatulenol (10%) e óxido de cariofileno (4,1%), enquanto que amostras coletadas na estação úmida (outubro-março), o constituinte majoritário foi o epóxido de selina-1,3,7(11)- trien-8-ona (29%). A correlação canônica indicou que o espatulenol e o óxido de cariofileno apresentaram um forte relacionamento com o balanço de nutrientes (S, Ca, Fe) e os fenólicos foliares, enquanto o epóxido de selina- 1,3,7(11)-trien-8-ona foi correlacionado ao conteúdo de K, Cu, Mn e a precipitação nos meses da estação úmida. Os sesquiterpenos oxigenados predominaram em todas as amostras e a variação química nos óleos essenciais parece ser determinada pelo ambiente com uma clara influência sazonal.
Abstract: The multivariate chemical analysis of the essential oils from leaves of Eugenia uniflora with different fruit colour indicated the presence of three clusters of oils regarding sample biotypes. The first included yellowish-orange, purple, and dark red fruits with high percentages of germacrene B (11-31%), germacrone (9.8-54%) and atractylone (0-20%). In cluster II, with red bright fruit samples, the major constituents were curzerene (42-43%), germacrene D (8.7- 9.0%) and germacrene A (5.9-8.9%), while cluster III included red-orange fruit samples containing a high content of selina-1,3,7(11)-trien-8-one (40-55%) and selina-1,3,7(11)-trien-8-one epoxide (13-24%). All essential oils have predominantly sesquiterpenes, although sesquiterpene hydrocarbons and oxygenated sesquiterpenes contents were majorities in the clusters I/II and III, respectively. In addition, seasonal influence on the chemical composition of essential oils of from leaves of red-orange fruit colour biotype has indicated the influence of seasons, which included samples collected during dry months (April-September) characterized by the highest percentages of spathulenol (10%) and caryophyllene oxide (4.1%), and samples collected during wet months (October-March), whose major constituent was selina-1,3,7(11)-trien-8- one epoxide (29%). The canonical correlation indicated that spathulenol and caryophyllene oxide revealed a strong relationship with the phenolics and nutrient balance (S, Ca, Fe) in leaves, whereas selina-1,3,7(11)-trien-8-one epoxide was related to (K, Cu, Mn), and precipitation during the months of the wet season. Oxygenated sesquiterpenes were predominant in all the sampling months and the oil chemovariation observed might be environmentally determined by a clear seasonal influence.
Palavras-chave: Óleos essenciais
Análise multivariada
Eugenia uniflora
Essential oil
multivariate analysis
Eugenia uniflora
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Educação em Química
Programa: Mestrado em Química
Citação: COSTA, Deomar Plácido da. Influence of fruit biotypes and seasonal variability on the chemical composition of the essential oils of Eugenia uniflora leaves. 2009. 78 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Química) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1028
Data de defesa: 27-Mar-2009
Aparece nas coleções:Mestrado em Química (IQ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
dissert mestrado deomar p da costa 2009.pdf489,99 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.