Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1852
Tipo do documento: Dissertação
Título: Corporeidade, cultura e territorialidades negras: a Congada em Catalão Goiás
Título(s) alternativo(s): Mode de réalisation, de la culture noire et de la territorialité: une Congada dans Catalão - Goiás
Autor: RODRIGUES, Ana Paula Costa
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/6811900271248975
Primeiro orientador: RATTS, Alecsandro José Prudêncio
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/0348844638764982
Resumo: O espaço público no Brasil é marcado pelas diferenças sociais, étnico-raciais, de gênero, faixa etária e outras, constituindo por vezes territorialidades fixas ou transitórias. A corporeidade, também diferenciada por condição social, pertencimento étnico-racial, gênero, faixa etária, torna-se um elemento central nessa observação do processo de apropriação do espaço. A pesquisa focaliza a relação entre corporeidade e cultura negras e o espaço público na congada de Catalão, realizada em meio a Festa de Nossa Senhora do Rosário. Trata-se de um estudo geográfico de uma expressão cultural de origem negra. Em princípio, os espaços públicos devem ser locais nos quais os direitos de todos devem ser iguais, mas a população negra brasileira por trazer em seu corpo toda uma trajetória de racismo, não vivencia estes espaços da mesma maneira que a população branca. Em todo o sudeste goiano há congadas, mas a de Catalão é a que tem maior visibilidade e apelo turístico. No entanto, a população negra não está devidamente representada nos segmentos de decisão econômicos, políticos e culturais do município. Na Festa de Nossa Senhora do Rosário, por meio da congada, grupos negros com participação de pessoas de outros pertencimentos étnicos e raciais, demarcam com sua corporeidade um território que se expressa por meio de uma territorialidade. Desta forma podemos considerar que a congada não é somente uma manifestação religiosa, mas também uma expressão da cultura brasileira e negra na qual se observam relações de poder.
Abstract: L espace public au Brésil est marqué pour les differences sociales, ethniques, raciales, de genre, de l âge et d autres, en constituant territorialités fixes ou transitoires. La corporéité, aussi differencée pour la condition sociale, appartenance ethnique-raciale, de genre et de l âge, deviens um elément central dans cette observation du processus de l apropriation de l espace. Cet dissertation montre la relation entre corporalité noire et l espace public dans la congada à Catalão, vue comme um rituel du catolicisme afro-brésilien avec la fête de Nossa Senhora do Rosário. Il s agit d une étude geografique d une expression culturelle d origine noir. A partir des dernières décades la géographie passe a s interesser pour la complexité et l espeficité des différentiations culturelles à l espace. Au commencement, les espaces publics devraient être lieux où tous étaient égales, mais la population noire brésilienne, qui porte dans leur corps une trajectoire de racisme, ne vie pas ces espaces de la même façon que la population blanche. Dans la fête de Nossa Senhora do Rosário la population noire, par moyen de la congada, des groupes noirs avec participation de personnes d autres appartenances ethniques e raciales, délimitent avec leur corporéité un territoire que s'il exprime au moyen d'une territorialité. Ainsi, on peut considérer que la congada n est pas seuleument une manifestation réligieuse, mais aussi une expression de la culture brésilienne et noire ou on observe des rélations de pouvoir.
Palavras-chave: Espaço público Congada de Catalão
População negra
Corporeidade
Território
espace public
population noire
corporéité
territoire
1.Espaço público - Congada de Catalão 2.População negra 3.Corporeidade 4.Território
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Mestrado em Geografia
Citação: RODRIGUES, Ana Paula Costa. Mode de réalisation, de la culture noire et de la territorialité: une Congada dans Catalão - Goiás. 2008. 141 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1852
Data de defesa: 4-Jul-2008
Aparece nas coleções:Mestrado em Geografia (IESA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ana Paula Costa 1.pdf3,46 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.