Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10254
Tipo do documento: Dissertação
Título: O Fenômeno do mundo em ser e tempo de Heidegger
Título(s) alternativo(s): Heidegger's world phenomenon of being and time
Autor: Ferreira, André Prock
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/1793519087526872
Primeiro orientador: Almeida, Fábio Ferreira de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3543790024810464
Primeiro membro da banca: Almeida, Fábio Ferreira de
Segundo membro da banca: Christino, Daniel
Quarto membro da banca: Padua, Ligia Teresa Saramago
Resumo: O presente trabalho tem como objetivo apresentar uma análise do fenômeno do mundo tal como esse conceito aparece em Heidegger na analítica existencial desenvolvida em Ser e Tempo (1927). O mundo é compreendido por Heidegger como um dos constituintes fundamentais do Dasein. Por conseguinte, procuraremos mostrar que essa investigação desempenha uma função decisiva na estratégia argumentativa heideggeriana. Veremos que o fenômeno do mundo resguarda um primado metodológico a partir da delimitação do âmbito da cotidianidade mediana, uma vez que se mostra como um primeiro horizonte para o qual o Dasein se dirige em seu existir. Desse modo, desde o início da investigação empreendida por Heidegger, o referido fenômeno já se mostrava como uma questão para o filósofo. Para tanto, analisamos: a tradição fenomenológica, em traços gerais, a partir da sua origem no pensamento kantiano e seu desdobramento a partir do pensamento de Husserl; algumas “vias” pelas quais a noção de mundo é investigada por Husserl; e os indicativos apresentados por Heidegger no início da analítica. Destas análises, emerge o fio condutor a ser seguido pela investigação, isto é, o aspecto pragmático assumido pela analítica, visto que o modo mais imediato do Dasein se relacionar com o mundo e no mundo não é a partir de um comportamento cognitivo e sim do uso dos utensílios. Por conseguinte, nos deteremos na análise do fenômeno do mundo desenvolvida por Heidegger no tratado, apresentando os elementos que consideramos fundamentais para sua elaboração. É nesse sentido que se insere na investigação o tema da espacialidade e da linguagem enquanto elementos fundamentais para sua compreensão. A partir da análise desses dois elementos, o fenômeno do mundo se revelará um complexo referencial estruturado em uma “totalidade significativa” (Bedeutungsganze). Disso se segue que o que está no bojo desta elaboração de fenômeno do mundo pode ser compreendido como horizonte de habitação que resguarda uma dimensão poética. Por fim, apresentamos uma análise comparativa entre a elaboração que buscamos desenvolver em relação a outras duas interpretações. Desse modo, portanto, conscientes da abrangência e a complexidade da temática do mundo, de modo especial, no pensamento de Heidegger, não temos a pretensão de esgotá-la, antes, buscamos desenvolver uma primeira aproximação.
Abstract: This work aims to present a world phenomenon analysis – concept by Heidegger in the existential analytics developed in Being and Time (1927). The world is comprehended by Heidegger as one of the fundamental constitutive of Dasein. Moreover, we intend to show that this investigation performs a decisive function in the argumentative strategy of Heidegger. We will see that the world phenomenon shields a methodologic primacy from the delimitation of the median daily life, once it shows itself as a first horizon to where the Dasein turns in its existence. This way, since the beginning of Heidegger’s investigation, the phenomenon appeared as a question. For this, we will analyze: the phenomenological, in general traces, since its origins in Kant’s thinking and its development from Husserl thinking; some “ways” by which the notion of world is investigated by Husserl; and the indicatives presented by Heidegger in the beginning of the analytics. The guiding principle emerges from those analysis, that is, the pragmatic aspect assumed by the analytics, considering that the most immediate manner through which the Dasein relates itself with (and in) the world is not from a cognitive behavior, but from the usage of utensils. Consequently, we will consider the analysis of the world phenomenon developed by Heidegger in the treaty, presenting the elements regarded for us as fundamental for its elaboration. This way it is inserted in the investigation the theme of spatiality and the language as fundamental elements for its comprehension. From the analysis of these elements, the world phenomenon will reveal a referential complex structured in a “significative totality” (Bedeutungsganze). What lies in the scope of this elaboration of world phenomenon can be understood as a horizon of habitation that shields a poetic dimension. Finally, we present a comparative analysis between the elaboration we intend to develop and two other interpretations. This way, therefore, considering the coverage and the complexity of the world thematic, in a special manner, in the thinking of Heidegger, we do not intend to exhaust it, but to search to develop a first approach.
Palavras-chave: Fenômeno do mundo
Cotidianidade mediana
Linguagem
Espaço
World phenomenon
Median daily life
Language
Space
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Filosofia - FAFIL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Filosofia (FAFIL)
Citação: FERREIRA, André Prock. O Fenômeno do mundo em ser e tempo de Heidegger. 2019. 115 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10254
Data de defesa: 27-Nov-2019
Aparece nas coleções:Mestrado em Filosofia (FAFIL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - André Prock Ferreira - 2019.pdf1,74 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons