Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11430
Tipo do documento: Dissertação
Título: Fatores abióticos, tais como luz e anoxia, durante o crescimento melhoram a virulência e outras qualidades fenotípicas em Metarhizium robertsii
Título(s) alternativo(s): Abiotic factors, such as light and anoxia, during the growth improves virulence and other phenotypical qualities in Metarhizium robertsii
Autor: Oliveira, Ariel de Souza
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/3729580995591190
Primeiro orientador: Rangel, Drauzio Eduardo Naretto
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/5438052072229463
Primeiro membro da banca: Rangel, Drauzio Eduardo Naretto
Segundo membro da banca: Vieira, José Daniel Gonçalves
Terceiro membro da banca: Braga, Gilberto Úbida Leite
Resumo: As condições de luz, bem como hipoxia e anoxia durante o crescimento do fungo, causa várias mudanças fisiológicas em seu metabolismo, germinação, crescimento micelial e produção de conídios. Neste estudo, conídios do fungo entomopatogênico Metarhizium robertsii foram produzidos em meio ágar dextrose batata (PDA) no escuro; sob luz branca; sob luz azul; sob luz vermelha; sob hipoxia contínua; anoxia transitória; sob normoxia; e em meio mínimo (meio Czapek sem sacarose) suplementado com 3 % de lactose (MML) no escuro. A produção de conídios para cada tratamento, assim como a velocidade de germinação dos conídios e virulência do fungo para o inseto Tenebrio molitor foram avaliados. O fungo crescido sob luz azul produziu mais conídios que o fungo crescido no escuro. A produção de conídios do fungo crescido sob luz branca e vermelha foi similar ao obtido no escuro, e o MML ofereceu menor produção de conídios. Conídios produzidos em MML ou em meio PDA sob luz branca ou azul, germinaram mais rápido que conídios produzidos em meio PDA no escuro ou sob luz vermelha. Conídios produzidos em meio PDA sob luz branca foram mais virulentos que conídios produzidos no escuro, sob luz azul ou sob luz vermelha. O fungo crescido sob hipoxia ou anoxia transitória produziu quantidade similar de conídios e que germinaram com a mesma velocidade que o fungo crescido sob normoxia. Conídios produzidos sob anoxia transitória foram mais virulentos que conídios produzidos sob normoxia e hipoxia, contudo, foram menos virulentos que conídios produzidos em MML.
Abstract: Light conditions, as well as hypoxia and anoxia during fungal growth, cause several physiological changes in their metabolism, germination, mycelial growth, and conidial production. In this study, conidia of the entomopathogenic fungi Metarhizium robertsii were produced on potato dextrose agar (PDA) medium in the dark; under white light; under blue light; under red light; under continuous hypoxia; transient anoxia, under normoxia; and minimum medium (Czapek medium without sucrose) supplemented with 3 % lactose (MML) in the dark. The conidial production for each treatment as well as the speed of conidial germination, and virulence to the insect Tenebrio molitor were evaluated. The fungus grown under blue light produced more conidia than the fungus grown in the dark. The conidial production of the fungus grown under white and red light were similar to that obtained in the dark, and MML afforded the least conidial production. Conidia produced on MML or on PDA medium under white or blue light germinated faster than conidia produced on PDA medium in the dark or under red light. Conidia produced on PDA medium under white light were more virulent than conidia produced in the dark, under blue light or red light. The fungus grown under hypoxia or transient anoxia produced similar amounts of conidia and germinated at the same speed than the fungus grown under normoxia,. Conidia produced under transient anoxia were more virulent than conidia produced under normoxia and hypoxia, however, were less virulent than conidia produced on MML.
Palavras-chave: Fungo entomopatogênico
Virulência
Anoxia
Fotobiologia de fungos
Entomopathogenic fungus
Virulence
Anoxia
Fungal photobiology
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICA::BIOQUIMICA DOS MICROORGANISMOS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (IPTSP)
Citação: OLIVEIRA, A. S. Fatores abióticos, tais como luz e anoxia, durante o crescimento melhoram a virulência e outras qualidades fenotípicas em Metarhizium robertsii. 2018. 51 f. Dissertação (Mestrado em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11430
Data de defesa: 12-Mar-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (IPTSP)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Ariel de Souza Oliveira - 2018.pdf3,2 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons