Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8386
Tipo do documento: Dissertação
Título: Vai que cola: a neochanchada como proposta para uma comédia à brasileira
Título(s) alternativo(s): Vai que cola: the neochanchada as a proposal for a Brazilian comedy
Autor: Moraes, Lidianne Porto
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/3702437502372656
Primeiro orientador: Santos, Alexandre Tadeu dos
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8783109007334551
Primeiro membro da banca: Santos, Alexandre Tadeu dos
Segundo membro da banca: Borges, Rosana Maria Ribeiro
Terceiro membro da banca: Oliveira, Rodrigo Cássio
Resumo: Nesta pesquisa, objetivamos reconhecer a neochanchada como forma de nomear as produções cinematográficas contemporâneas brasileiras do gênero comédia. A partir de um percurso diacrônico das chanchadas (1930-1950) e das pornochanchadas (1970), buscamos contemplar o estado da arte destas fases por meio dos principais autores: Bernadet (2008), Catani e Souza (1983), Dias (1983), Ramos (1987), Sternheim (2004), Viany (2009) e Vieira (1987). Partimos da hipótese de que a neochanchada é o termo mais adequado para se referir a produção fílmica nacional, e a partir da hibridização entre o cinema e televisão destacamos os elementos constituintes deste novo cinema, considerado popular. Para compreender melhor este fenômeno, a pesquisa de abordagem qualitativa utilizou como método o levantamento bibliográfico, e a análise fílmica enquanto instrumentos de coleta, sistematização e verificação dos dados. Diante disso, selecionamos o filme Vai que Cola (2015) como corpus a fim de compreender essa nova fase das chanchadas brasileiras.
Abstract: In this research, we aimed to recognize the neochanchada as a way of naming contemporary Brazilian cinematographic productions of the genre comedy. Starting from a diachronic course of the chanchadas (1930-1950) and the pornochanchadas (1970), we seek to contemplate the state of the art of these phases by means of the main authors: Bernadet (2008), Catani e Souza (1983), Dias (1987), Sternheim (2004), Viany (2009) and Vieira (1987). We start from the hypothesis that the neochanchada is the most appropriate term to refer to the national film production, and from the hybridization between the cinema and television we highlight the constituent elements of this new cinema, considered popular. To better understand this phenomenon, this qualitative approach research uses as method the bibliographic survey and the film analysis as tools for collection, systematization and data study. Therewith, we selected the film Vai Que Cola (2015) as a corpus in order to understand this new phase of the Brazilian chanchadas.
Palavras-chave: Neochanchada
Cinema brasileiro
Televisão
Comédia
Hibridização
Brazilian cinema
Television
Comedy
Hybridization
Área(s) do CNPq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Informação e Comunicação - FIC (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Comunicação (FIC)
Citação: MORAES, L. P. Vai que cola: a neochanchada como proposta para uma comédia à brasileira. 2018.181 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Universidade Federal de Goiás,Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8386
Data de defesa: 3-Abr-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Comunicação (FIC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Lidianne Porto Moraes - 2018.pdf7,92 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons