Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8983
Tipo do documento: Dissertação
Título: Os usos do conceito de transfobia e as abordagens das formas específicas de violência contra pessoas trans por organizações do movimento trans no Brasil
Título(s) alternativo(s): Los usos del concepto de transfobia y los abordajes de las formas específicas de violencia contra personas trans por organizaciones del movimiento trans en Brasil
Autor: Podestà, Lucas Lima de
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/3216617399581807
Primeiro orientador: Braz, Camilo Albuquerque de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/4883038594618199
Primeiro membro da banca: Braz, Camilo Albuquerque de
Segundo membro da banca: Gonçalves, Eliane
Terceiro membro da banca: Avelar, Rezende Bruno de
Resumo: O presente trabalho tem por finalidade estudar sociologicamente algumas discussões e tensões teóricas dentro do novo campo que são os estudos transgêneros. Meus objetivos se circunscrevem a dois tipos de mapeamentos: o principal, dos usos do conceito de transfobia, ou outro conceito analítico a respeito da violência contra pessoas trans, em relatórios de violência produzidos por organizações do movimento trans brasileiro no Brasil contemporâneo (nomeadamente a partir da década de 2010), utilizando-me da análise do discurso. Figurando como objetivos secundários, porém caminhos necessários, o trabalho também alcança outros mapeamentos, a exemplo da apropriação crescente da categoria trans (através de ou referindo-se a transgênero ou transgeneridade), bem como categorias acadêmicas importantes no nosso campo de estudos como gênero e corpo. Considero importante igualmente a elaboração das chaves conceituais relacionando transgeneridade, estigma, abjeção e transfobia. Da mesma forma, estudo também de que forma a precipitação e interesse no uso dessas novas categorias (transfobia e trans) tem relação com a consolidação e amadurecimento do movimento trans brasileiro, após a fragmentação do movimento homossexual brasileiro uma ou duas décadas atrás e num contexto de novas formas de ativismo, como o ativismo via rede mundial de computadores (ou ciberativismo) .
Abstract: El presente trabajo tiene por finalidad estudiar sociológicamente algunas discusiones y tensiones teóricas dentro del nuevo campo que son los estudios transgéneros. Mis objetivos se circunscriben a dos tipos de análisis: el principal, el de los usos del concepto de transfobia, u otro concepto analítico respecto a la violencia contra personas trans, en informes de violencia producidos por organizaciones del movimiento trans brasileño en el Brasil contemporáneo (especialmente desde la década de 2010), utilizando el análisis del discurso. El trabajo también alcanza otros análisis, a ejemplo de la apropiación creciente de la categoría trans (a través de o refiriéndose a transgénero o transgeneridad), así como categorías académicas importantes en nuestro campo de estudios como género y cuerpo. Considero importante también la elaboración de las claves conceptuales relacionando transgeneridad, estigma, abyección y transfobia. De la misma forma, estudio también de qué forma la precipitación e interés en el uso de esas nuevas categorías (transfobia y trans) tiene relación con la consolidación y maduración del movimiento trans brasileño, tras la fragmentación del movimiento homosexual de hace una o dos décadas y en un contexto de nuevas formas de activismo, como el activismo vía red mundial de computadoras (o ciberactivismo).
The present work aims to study sociologically some discussions and theoretical tensions within the new field that are transgender studies. My objectives are limited to two types of mapping: the main one, on the uses of the concept of transphobia, or another analytical concept regarding violence against trans people, in reports of violence produced by organizations of the Brazilian trans movement in the Contemporary Brazil (especially since the decade of 2010), using discourse analysis. The work additionally reaches other mappings, such as the increasing appropriation of the category trans (through or referring to transgender(ness) or transgenderism), as well as important academic categories in our field of studies such as gender and body. I also consider important the formulation of the conceptual keys relating transgenderness, stigma, abjection and transphobia. Likewise, I study how the precipitation and interest in the use of these new categories (transfobia and trans) is related to the consolidation and maturation of the Brazilian trans social movement, succeeding the fragmentation of the homosexual movement a decade or two ago, and in the context of new forms of activism, such as activism via the global computer network (or cyberactivism).
Palavras-chave: Transfobia
Violência
Brasil
Gênero
Corpo
Transfobia
Violencia
Brasil
Género
Cuerpo
Transphobia
Violence
Brazil
Gender
Body
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais - FCS (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Sociologia (FCS)
Citação: PODESTÀ, Lucas Lima De. Os usos do conceito de transfobia e as abordagens das formas específicas de violência contra pessoas trans por organizações do movimento trans no Brasil. 2018.131 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8983
Data de defesa: 4-Set-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Sociologia (FCS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Lucas Lima de Podestà - 2018.pdf5,82 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons