Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9257
Tipo do documento: Dissertação
Título: Soroprevalência da infecção por sífilis em homens privados de liberdade, região sul de Goiás
Título(s) alternativo(s): Soroprevalence of siphilis infection in private men of freedom, south region of Goiás
Autor: Naves, Elisângela Franciscon
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/3778932159662653
Primeiro orientador: Souza, Márcia Maria de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/6954087338926237
Primeiro coorientador: Matos, Marcos André de
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/1492491906180226
Primeiro membro da banca: Souza, Márcia Maria de
Segundo membro da banca: Souza, Sandra Maria Brunini de
Terceiro membro da banca: Almeida, Nilza Alves Marques
Resumo: Indivíduos privados de liberdade apresentam elevado risco para sífilis, devido aos comportamentos de risco sexuais e não sexuais, como uso inconsistente do preservativo, troca de sexo por dinheiro e/ou drogas e múltiplas parcerias sexuais. O objetivo desse estudo foi investigar a soroprevalência da infecção por sífilis em homens privados de liberdade, região sul de Goiás. Entre setembro de 2017 a maio de 2018, um estudo de corte transversal foi conduzido em 194 homens privados de liberdade de um presidio regional do sul do estado de Goiás. Todos os participantes foram entrevistados sobre características sociodemograficas, comportamentos sexuais e não sexuais de risco para sífilis. A seguir, foram coletadas amostras de sangue para detecção de anticorpos anti- T. pallidum através do teste treponêmico imunocromatográfico (teste rápido). As amostras positivas foram retestadas pelo Venereal Disease Research Laboratory/Laboratório de Pesquisa de Doenças Venéreas (VDRL). Considerou-se sífilis ativa positividade no teste rápido e títulos de VDRL ≥ 1:8. Das 194 amostras testadas pelo exame imunocromatográfico, 11,8% (IC 95%: 7,8-17,3%) foram positivas e 7,7% (IC 95%: 4,7-12,5%) apresentaram títulos de VDRL ≥ 1:8. A prevalência de exposição ao Treponema pallidum foi 23 vezes superior à estimada em conscritos brasileiros (IC 95%: 0,45-0,61) e 8 vezes maior ao encontrado em doadores de sangue de São Paulo (IC 95%: 1,31-1,36). Em análise de regressão múltipla, a prevalência de exposição ao T. pallidum foi 36% (RPaj: 0,39; IC 95%: 0,18-0,86) em indivíduos que relataram relações sexuais com profissionais do sexo quando comparado aqueles que não apresentavam essa característica. Além disso, observou-se que a prevalência da sífilis ativa aumentou com o aumento do tempo de prisão (RPaj:1,02; IC 95%: 1,00-1,08; p-valor= 0,030). Os resultados dessa investigação evidenciam elevada prevalência de sífilis nos homens privados de liberdade investigados e indicam a necessidade de implementação de estratégias de prevenção e controle da infecção em tais indivíduos, incluindo ações educativas em saúde, diagnóstico rápido e eficiente além do tratamento adequado dos casos de sífilis ativa.
Abstract: Individuals deprived of their liberty are at high risk for syphilis, due to sexual and non-sexual risk behaviors, such as inconsistent condom use, sex for money and / or drugs, and multiple sexual partnerships. The objective of this study was to investigate the seroprevalence of syphilis infection in deprived men in the southern region of Goiás. Between September 2017 and May 2018, a cross-sectional study was conducted on 194 men deprived of liberty from a regional prison south of the state of Goiás. All participants were interviewed about socio-demographic characteristics, sexual and non-sexual risk behaviors for syphilis. Next, blood samples were collected for the detection of anti-T. pallidum antibodies by immunochromatographic treponemal test (rapid test). Positive samples were retested by the Venereal Disease Research Laboratory / VDRL. Active syphilis was considered positive in the rapid test and titers of VDRL ≥ 1: 8. Of the 194 samples tested by immunochromatographic examination, 11.8% (95% CI: 7.8-17.3%) were positive and 7.7% (95% CI: 4.7-12.5%) presented VDRL ≥ 1: 8. The prevalence of exposure to Treponema pallidum was 23 times higher than that estimated in Brazilian conscripts (95% CI: 0.45-0.61) and 8 times higher than that found in blood donors from São Paulo (95% CI: 1.31 -1.36). In multiple regression analysis, the prevalence of exposure to T. pallidum was 36% (RPaj: 0.39; 95% CI: 0.18-0.86) in individuals who reported sexual relations with sex workers when compared to those who did not have this characteristic. In addition, it was observed that the prevalence of active syphilis increased with increasing prison time (RPaj: 1.02, 95% CI: 1.00-1.08, p-value = 0.030). The results of this investigation show a high prevalence of syphilis in the men deprived of liberty investigated and indicate the need to implement strategies for prevention and control of infection in such individuals, including educational health actions, rapid and efficient diagnosis and appropriate treatment of cases of active syphilis.
Palavras-chave: Sífilis
Treponema pallidum
Soroprevalência
Comportamento de risco
Syphilis
Treponema pallidum
Seroprevalence
Risk behavior
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Enfermagem (FEN)
Citação: NAVES, E. F. Soroprevalência da infecção por sífilis em homens privados de liberdade, região sul de Goiás. 2018. 111 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9257
Data de defesa: 14-Dez-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Enfermagem (FEN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Elisângela Franciscon Naves - 2018.pdf3,92 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons