Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9691
Tipo do documento: Dissertação
Título: Imunogenicidade e reatogenicidade da vacina contra hepatite B derivada de Hansenula polymorpha comparada a Saccharomyces cerevisiae em homens privados de liberdade
Título(s) alternativo(s): Immunogenicity and rehatogenicity of vaccine against hepatitis B derived from Hansenula polymorpha compared to Saccharomyces cerevisiae in private men of freedom
Autor: Sandim, Lucíola Silva
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/5582489158834516
Primeiro orientador: Matos, Marcos André de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/1492491906180226
Primeiro membro da banca: Matos, Marcos André de
Segundo membro da banca: Pessoni, Grécia Carolina
Terceiro membro da banca: Carmo, João Paulo Martins do
Resumo: A infecção pelo vírus da hepatite B, ainda hoje, representa uma séria ameaça à saúde global, uma vez que não existe “cura virológica” e a vacinação, considerada principal pilar de erradicação da doença, não atingiu as taxas de cobertura preconizadas. Objetivou-se avaliar a reposta da vacina contra a hepatite B em homens privados de liberdade de um presídio do interior do estado de Goiás, Brasil Central, comparando uma vacina com sistema de expressão por Hansenula polymorpha à outra por Saccharomyces cerevisiae. Os participantes da pesquisa foram divididos em dois grupos – Grupo 1 (SERUM - Hansenula polymorpha) e Grupo 2 (EUVAX - Saccharomyces cerevisiae), sendo administradas vacinas nos meses 0, 1 e 6. A Média Geométrica (MGT) de Títulos de anti-HBs após a terceira dose da vacina foi de 656,1 (IC 95%: 446,6; 972,7) do G1 e de 203,7 (IC 95%: 69,3; 597,0) do G2. A análise não ajustada mostrou que a MGT do G1 foi estatisticamente superior à verificada no G2 (p-valor = 0,075). A taxa de soroconversão (títulos de anti-HBs 10 mUI/mL) foi de 100% para o G1 e 82,8% para o G2, com tendência de soroconversão superior no G1 do que G2 (p-valor =0,058). Infecção pelo HIV (RTI aj   3,76; p-valor = 0,035) e obesidade (RTI aj   4,95; p-valor = 0,017) foram associados a resposta vacinal inadequada. Em relação a reatogenicidade, não houve diferença estatística entre os grupos (p-valor = 0,501). As evidências dessa investigação mostram que as duas vacinas, com diferentes sistemas de expressão, se mostraram satisfatórias nesse ensaio clínico, embora todos os não respondedores pertenciam ao grupo 2 com sistema de expressão por Saccharomyces cerevisiae. Acredita-se ser importante continuar monitorando o desempenho dessas vacinas em adultos com vistas à melhoria da sua imunogenicidade, em particular avaliando os fatores que interferem na reposta vacinal.
Abstract: Hepatitis B virus infection still poses a serious threat to global health, since there is no "virological cure" and vaccination, considered the main pillar of eradication of the disease, did not reach the coverage rates recommended. The objective of this study was to evaluate the response of the hepatitis B vaccine to men deprived of their liberty from a prison in the state of Goiás, Central Brazil, comparing a vaccine with Hansenula polymorpha expression system to Saccharomyces cerevisiae. The participants were divided into two groups - Group 1 (SERUM - Hansenula polymorpha) and Group 2 (EUVAX - Saccharomyces cerevisiae). Vaccines were administered at months 0, 1 and 6. The Geometric Mean (MGT) of anti- HBs after the third dose of the vaccine was 656.1 (95% CI: 446.6, 972.7) of G1 and 203.7 (95% CI: 69.3, 597.0) of G2. Unadjusted analysis showed that G1 MGT was statistically higher than that observed in G2 (p-value = 0.075). The seroconversion rate (anti-HBs titers> 10 mIU / mL) was 100% for G1 and 82.8% for G2, with a trend toward higher seroconversion in G1 than G2 (p-value = 0.058). HIV infection (RTIaj 3.76, p-value = 0.035) and obesity (RTIaj 4.95, p-value = 0.017) were associated with inadequate vaccine response. Regarding reatogenicity, there was no statistical difference between groups (p-value = 0.501). Evidence from this investigation shows that the two vaccines, with different expression systems, were satisfactory in this clinical trial, although all nonresponders belonged to group 2 with Saccharomyces cerevisiae expression system. It is believed to be important to continue monitoring the performance of these vaccines in adults with a view to improving their immunogenicity, by assessing the factors that interfere with the vaccine response.
Palavras-chave: Vacina contra hepatite B
Imunogenicidade
Privados de liberdade
Hepatitis B vaccine
Immunogenicity
Prisoners
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Enfermagem (FEN)
Citação: SANDIM, L. S. Imunogenicidade e reatogenicidade da vacina contra hepatite B derivada de Hansenula polymorpha comparada a Saccharomyces cerevisiae em homens privados de liberdade. 2019. 132 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9691
Data de defesa: 30-Abr-2019
Aparece nas coleções:Mestrado em Enfermagem (FEN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Lucíola Silva Sandim - 2019.pdf5,7 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons