Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11237
Tipo do documento: TCC
Título: O papel dos red flags na identificação de fraudes corporativas: caso Petrobrás
Autor: Virginio, Ludmilla Cristina Gomes
Primeiro orientador: Machado, Michele Rílany Rodrigues
Primeiro membro da banca: Machado, Michele Rílany Rodrigues
Zanolla, Ercilio
Freire, Mac Daves de Morais
Resumo: O presente estudo buscou identificar, com informações disponíveis, o comportamento dos red flags, antes e durante o processo investigatório sobre a Petrobras. Tendo por base a pesquisa de Murcia (2007), em que foram utilizados 266 red flags e agrupados em clusters, separou-se do mesmo, somente aqueles sinalizadores de fácil obtenção por parte dos usuários externos, com um total de 6 clusters e 17 variáveis. A coleta de dados foi por intermédio de pesquisas em relatórios de administração, demonstrativos contábeis, formulários de referências, fatos relevantes divulgados em notas explicativas, da entidade e pelo site da Comissão de Valores Mobiliários, considerando-se para análise das amostras um período de 17 anos, divididos em dois grupos, o pré-fraude e durante a fraude. Para se verificar o comportamento dos red flags selecionados foram aplicados testes de médias. Assim, primeiramente, após a ordenação dos dados quantitativos, testou-se a normalidade dos mesmos a fim de se identificar o melhor teste a ser empregado, e posteriormente, testes t para amostras independentes aos dados com distribuição normal e Mann-Whitney em casos de não normalidade dos dados. Para as variáveis qualitativas o teste de qui-quadrado foi o mais apropriado. Como principal resultado identificou-se que dentre os red flags analisados, as variáveis: Estabilidade Financeira, Variação da Receita líquida, Partes Relacionadas Ativo, Partes Relacionadas Total, Tipo de Parecer, Capital de Giro, Rotatividade – Quantidade, Aquisição/Fusão/Incorporação e Empresas de Auditoria foram efetivos para a identificação de uma possível ocorrência de fraudes na estatal, em função de que estes sinalizadores evidenciaram médias estatisticamente diferentes. Portanto, nem todos os red flags preconizados pela literatura conseguiram, de fato, evidenciar distorções no caso Petrobrás.
Palavras-chave: Red flag
Clusters
Petrobrás
Fraudes corporativas
CVM
País: brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas - FACE (RG)
Nome do curso: Ciências Contábeis (RG)
Citação: VIRGINIO, Ludmilla Cristina Gomes. O papel dos red flags na identificação de fraudes corporativas: caso Petrobrás. 2016. 70 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11237
Data de publicação: 15-Fev-2016
Aparece nas coleções:FACE - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Ciências Contábeis - Ludmilla Cristina Gomes Virginio.pdf1,8 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.