Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12360
Tipo do documento: Artigo
Título: Avaliação dos níveis de cortisol, tiroxina, triiodotironina e glicose como indicativos de estresse em cavalos puro sangue inglês de corrida, antes e após a competição
Título(s) alternativo(s): Evaluation of cortisol, thyroxine, triiodothyronine and glucose levels as stress indicatives in thoroughbred racehorses, before and after the competition
Autor: Teixeira, Pedrinho Paes
Padua, João Teodoro
Resumo: O presente estudo foi desenvolvido nas instalações do Hipódromo da Lagoinha do Jóquei Clube de Goiás, com o objetivo de avaliar os níveis de cortisol, tiroxina, triiodotironina e glicose como indicativos de estresse em cavalos puro sangue inglês de corrida, antes e após a competição. Foram utilizados 25 animais machos, com idade variando de 29 a 60 meses e peso vivo de 400 a 490 kg. A primeira colheita de sangue foi realizada na cocheira pela manhã (M1), a segunda no paddock às 15:00 horas (M2), horário da realização do primeiro páreo e a terceira no paddock imediatamente após a realização da corrida (M3). A freqüência cardíaca, a freqüência respiratória e a temperatura retal foram avaliadas imediatamente antes das colheitas de sangue. Os níveis de cortisol aumentaram significativamente (P<0,01), do momento M1 para o momento M2, e houve correlação com a temperatura do ar e a umidade relativa (r=0,45). Entre os hormônios tireoidianos, somente o T3 sofreu alteração significativa (P<0,01) em relação ao dia e à interação momento x dia (P<0,05), diminuindo sua concentração do momento M2 para o momento M3. As concentrações de glicose sofreram variações médias significativas (P<0,01) devido aos momentos e à interação momento x dia. A freqüência cardiorrespiratória e a temperatura retal tiveram variações significativas (P<0,01) nos momentos observados. Os animais apresentaram elevados níveis de cortisol e valores altos das características fisiológicas, sugerindo uma condição de estresse momentos antes e imediatamente após a competição.
Abstract: This experiment was developed at Racecourse of the Pond of Jockey Club of Goiás, in order to evaluate the levels of cortisol, T3, T4 and glucose as stress indicatives in thoroughbred racehorses, before and after the competition. 25 males, aging between 29 and 60 months and weighing from 400 to 490 kg were tested. The first blood sample was collected in the stable, in the morning(M1). The second one, at 3:00 p.m, in the paddock(M2), before the moment of the accomplishment of the first race, and the third one, in the paddock immediately after finishing the first race(M3). The heart frequency, the respiratory rate and rectal temperature, were recorded in the same moments before the blood colection, and the environmental variables were registered in the moments that the blood had been drawn. The largest variation (P <0,01) of the cortisol levels occurred between M1 and M2, and there was correlation with the temperature of the air and relative humidity (r=0,45). About thyroid hormones, only T3 was affected by day(P <0,01),and occurred interaction moment x day (P <0,05), decreasing its concentration of the moment M2 to the moment M3. Glucose concentrations varied significantly (P <0,01) due to moments, and an interaction moment x day. The heart frequency, respiratory rate and rectal temperature had significant variations (P <0,01) due to the moments of the observations. In this experiment, it was possible to conclude that animals presented high cortisol levels and high values of physiologic characteristics, suggesting stress in the moments before and immediately after the competition.
Palavras-chave: Eqüinos
Estresse
Hormônios
Corrida
Horses
Stress
Hormones
Race
País: Brasil
Instituição: José Henrique Stringhini
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Citação: TEIXEIRA, Pedrinho Paes; PADUA, João Teodoro. Avaliação dos níveis de cortisol, tiroxina, triiodotironina e glicose como indicativos de estresse em cavalos puro sangue inglês de corrida, antes e após a competição. Ciência Animal Brasileira, Goiânia, v. 3, n. 1, p. 39-48, jan./jun. 2002. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/274/245>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12360
Data de publicação: Jun-2002
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Pedrinho Paes Teixeira - 2002.pdf51,57 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons