Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12446
Tipo do documento: Artigo
Título: Metil-formamida na criopreservação de sêmen ovino
Título(s) alternativo(s): Methyl-formamide in ram semen cryopreservation
Autor: Graças, Carlos Pereira das
Lim, Alexandre In Piao Gomes
Fidelis, Andrei Antonioni Guedes
Cardoso, Júlio Roquete
Blume, Hélio
Mondadori, Rafael Gianella
Resumo: Objetivou-se avaliar a eficácia da metil-formamida na criopreservação do sêmen ovino. O pool de sêmen utilizado no experimento foi obtido a partir da coleta, com vagina artificial, do sêmen de quatro carneiros mestiços Santa Inês, com idade aproximada de quatro anos. As coletas foram realizadas uma vez por semana, por seis semanas consecutivas, correspondendo, cada semana, a uma repetição do experimento. As frações do pool foram diluídas em cinco diferentes meios de congelação: (1) trisgema com 5,3% de glicerol (TG5,3G); (2) tris-gema com 3% de metil-formamida (TG3MF); (3) tris-gema com 5% de metilformamida (TG5MF); (4) tris-gema com 7% de metil-formamida (TG7MF); (5) tris-gema com 9% de metil-formamida (TG9MF). Foram avaliadas a motilidade progressiva e o vigor das células espermáticas e realizado o teste de termorresistência pós-descongelação. O tratamento que obteve maior motilidade foi o TG5,3G (50%), seguido do TG3MF (38%) e os tratamentos que apresentaram menor motilidade progressiva foram TG5MF (29%), TG7MF (1,0%), TG9MF (6,0%). Os meios contendo metil-formamida apresentaram resultados inferiores ao meio controle para preservar a integridade morfológica dos espermatozoides, sendo que nos meios TG7MF e TG9MF menos de 60% de espermatozóides apresentaram-se morfologicamente normais. Os espermatozoides do meio TG5,3G apresentaram motilidade (15%) e vigor (2,8) similares aos do meio TG3MF (15% e 2,6, respectivamente) no teste de termorresistência, mas o meio TG5,3G preservou melhor a integridade funcional da membrana plasmática. O glicerol foi mais eficiente como crioprotetor do que a metilformamida na criopreservação de sêmen ovino.
Abstract: The aim of this study was to evaluate the efficacy of methyl-formamide in ram semen cryopreservation. The semen pool used in this experiment was obtained by artificial vagina collection from four mixed breed Santa Inês rams, around four years of age. Semen collection was performed once a week, during six weeks. Each week corresponded to one experiment replication. The semen pool was divided in five fractions in order to be diluted in one of the following freezing media: (1) tris-egg yolk with 5.3% of glycerol (TG5.3G); (2) tris-egg yolk with 3% of methyl-formamide (TG3MF); tris-egg yolk with 5% of methyl-formamide (TG5MF); tris-egg yolk with 7% of methyl-formamide (TG7MF); tris-egg yolk with 9% of methyl-formamide (TG9MF). Semen progressive motility, vigor and thermoresistance were evaluated. The treatments TG5.3G (50%) and TG3MF (38%) showed higher progressive motility after thawing, while TG5MF (29%), TG7MF (1%) and TG9MF (6%) showerd lower motility. Freezing media containing methyl-formamide were less effective in preserving spermatozoa membrane integrity and morphology than control media. In TG7MF and TG9MF extenders, less than 60% spermatozoa showed normal morphology. After thermoresistance test, semen cryopreserved in TG3MF showed vigor (2.6) and motility (15%) statistically similar to TG5.3G media (15% and 2.8, respectively); however, the extender TG5.3G was more effective in preserving plasma membrane functional integrity. In conclusion, in the experimental conditions used, glycerol showed more cryoprotectant potential than methyl-formamide.
Palavras-chave: Amidas
Carneiros
Glicerol
Tris-gema
Amide
Glycerol
Ram
Tris-egg yolk
País: Brasil
Instituição: José Henrique Stringhini
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Citação: GRAÇAS, Carlos Pereira das; LIM, Alexandre In Piao Gomes; FIDELIS, Andrei Antonioni Guedes; CARDOSO, Júlio Roquete; BLUME, Hélio; MONDADORI, Rafael Gianella. Metil-formamida na criopreservação de sêmen ovino. Ciência Animal Brasileira, Goiânia, v. 14, n. 4, p. 481-487, out./dez. 2013. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/17835/15640>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12446
Data de publicação: Dez-2013
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Carlos Pereira das Graças - 2013.pdf170,48 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons