Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13153
Tipo do documento: Artigo
Título: Avaliação da eficácia de extratos oleosos de frutos verdes e maduros de cinamomo (Melia azedarach) sobre o Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Acari: Ixodidae)
Título(s) alternativo(s): Evaluation of efficacy of ripe and unripe fruit oil extracts of Melia azedarach against Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Acari: ixodidae)
Autor: Sousa, Lorena Alessandra Dias de
Soares, Sara Fernandes
Pires Júnior, Hélio Bernardes
Ferri, Pedro Henrique
Borges, Lígia Miranda Ferreira
Resumo: Extratos hexânicos obtidos dos frutos de Melia azedarach foram testados sobre fêmeas ingurgitadas e larvas de Rhipicephalus (Boophilus) microplus. Foram produzidos quatro extratos: um de frutos verdes e três com frutos maduros, sendo um com os frutos imediatamente processados, outro com frutos armazenados por cinco meses e um testado após armazenamento do extrato por 2 (dois) anos a 4ºC. Os testes foram feitos em triplicata, em diluições de 0,25% a 0,0156%. A eficácia dos extratos foi avaliada através da comparação da Reprodução Estimada dos lotes “controle e tratado” para fêmeas, da mortalidade para as larvas, e do cálculo das DL50 e da potência relativa para larvas e fêmeas. O extrato de frutos verdes apresentou uma eficácia variando de 3,6% a 100% para fêmeas, e o de frutos maduros variou de 5,2% a 99,7%. Os dois extratos causaram uma mortalidade de 100% das larvas nas maiores concentrações. O extrato de frutos armazenados apresentou eficácia de 14% a 83% sobre fêmeas, enquanto o extrato armazenado em geladeira apresentou eficácia de 8,4% a 100% e ambos não apresentaram efeito larvicida. Os resultados obtidos demonstram uma superioridade do extrato verde, com uma menor DL50 e potência 1,497 vezes superior ao extrato de frutos maduros.
Abstract: Hexanic extracts gotten of the fruits of cinamomo (Melia azedarach) were tested on engourged females and larvae of Rhipicephalus (Boophilus) microplus. Four extracts were produced: one of unripe fruits and three of ripe fruits, being one with the fruits immediately processed, another one with fruits stored for five months and one tested after storage of the extract for 2 (two) years at 4ºC. The tests were made in triplicate, in 0.25%- 0.0156% dilutions. The effectiveness of extracts was evaluated through the comparison of the Reproduction Estimate of the groups “controlled and treated” for females, of mortality for the larvae, and of the calculation of the DL50 and the relative power for larvae and females. The extract of unripe fruits presented the effectiveness varying the 3.6% - 100% for females, and of ripe fruits it varied of 5.2% - 99.7%. The two extracts caused a mortality of 100% of the larvae in the highest concentrations. The extract of stored fruits presented effectiveness of 14% - 83% on females, while the extract stored in refrigerator presented effectiveness of 8.4% 100% and both did not present larvicidal effect. The results demonstrate a superiority of the unripe extract, with a minor DL50 and superior power 1.497 times to the extract of ripe fruits.
Palavras-chave: Fitoterapia
Carrapatos
Controle
Phytotherapy
Ticks
Control
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Citação: SOUSA, Lorena A. Dias de; SOARES, Sara F.; PIRES JUNIOR, Hélio B.; FERRI, Pedro H.; BORGES, Lígia M. Ferreira. Avaliação da eficácia de extratos oleosos de frutos verdes e maduros de cinamomo (Melia azedarach) sobre o Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Acari: Ixodidae). Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, Jaboticabal, v. 17, n. 1, p. 36-40, jan./mar. 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S1984-29612008000100008
Identificador do documento: 10.1590/S1984-29612008000100008
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13153
Data de publicação: Mar-2008
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Lorena Alessandra Dias de Sousa - 2008.pdf35,29 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons