Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13376
Tipo do documento: Artigo
Título: Perfil sérico da fosfatase alcalina após o reparo de defeitos osteocondrais com células mononucleares da medula óssea e proteína morfogenética óssea em coelhos
Título(s) alternativo(s): Profile of serum alkaline phosphatase after inoculation of mononuclear cells and bone morphogenetic protein in the repair of osteochondral defects in rabbits
Autor: Souza, Luiz Augusto de
Oliveira, Benito Juarez Nunes Alves de
Eurides, Duvaldo
Guimarães, Ednaldo Carvalho
Silva, Luiz Antônio Franco da
Alves, Lorena Borges
Arruda, Ana Flávia Delben Pereira
Dias, Taís Andrade
Resumo: Verifi cou-se a atividade da fosfatase alcalina sérica em resposta ao reparo de defeitos osteocondrais em vinte e quatro coelhos da raça Nova Zelândia. Distribuídos em três grupos, o controle (GC), o tratado com células mononucleares da medula óssea (GCM) e o que recebeu células mononucleares autólogas com proteína morfogenética óssea (GCM+BMP). Após exposição do sulco troclear da articulação fêmoro-tíbio-patelar esquerda removeu-se um segmento em forma de cunha. O local foi preenchido com enxerto osteocondral alógeno conservado em glicerina a 98%. No GC foi realizada a enxertia óssea, no GCM além do enxerto foi inoculado 2x106 células mononucleares e no GCM+BMP foi administrada intra-articularmente o mesmo número de células associadas à 1μg de proteína morfogenética óssea. A resposta osteoblástica foi mensurada por meio da análise sérica de fosfatase alcalina no dia 0 (pré-operatório) 3, 15, 30, 45 após cirurgia, além do acompanhamento por exames radiográfi cos. Procedeu-se a análise de variância em blocos ao acaso, esquema fatorial e teste de Tukey (p=0,05). A média geral do GCM foi superior quando comparada aos outros grupos e as maiores taxas estiveram entre o 15º e 45º dias de pós-operatório. A discrepância dos valores entre os indivíduos do mesmo grupo proporciona dúvidas na veracidade do teste.
Abstract: In this study, serum alkaline phosphatase activity was measured in response to the repair of osteochondral defects in twenty-four New Zealand rabbits. The animals were divided into three groups: a control (GC), those treated with bone marrow mononuclear cells (GCM) and those that received mononuclear cells with autologous bone morphogenetic protein (BMP + GCM). After exposing the trochlear groove of the left stifl e joint, a wedge-shaped segment was removed. Later, the defect was fi lled with an osteochondral autograft preserved in 98% glycerin. For the GC group, only the bone graft was performed. For the GCM, in addition to the graft, 2x106 seed mononuclear cells were implanted. For the GCM + BMP, the same number of cells, associated with 1μg of bone morphogenetic protein, were intraarticularly administered. The osteoblastic response was measured by analyzing the serum alkaline phosphatase on day 0 (preoperative) 3, 15, 30, and 45 after surgery, and by radiographic examinations. Analysis of variance in randomized blocks, factorial and Tukey’s test (p = 0.05) were made. The overall mean GCM was superior to the other groups and the highest rates were among the 15th and 45th days postoperatively. The discrepancy in values between individuals of the same group casts doubts on the veracity of the test.
Palavras-chave: Células-tronco
Consolidação de fraturas
Marcador ósseo
Bone marker
Fracture healing
Stem cells
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Citação: SOUZA, Luiz Augusto de; OLIVEIRA, Benito Juarez Nunes Alves de; EURIDES, Duvaldo; GUIMARÃES, Ednaldo Carvalho; SILVA, Luiz Antônio Franco da; ALVES, Lorena Borges; ARRUDA, Ana Flávia Delben Pereira; DIAS, Taís Andrade. Perfil sérico da fosfatase alcalina após o reparo de defeitos osteocondrais com células mononucleares da medula óssea e proteína morfogenética óssea em coelhos. Biotemas, Florianópolis, v. 24, n. 4, p. 103-109, dez. 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.5007/2175-7925.2011v24n4p103
Identificador do documento: 10.5007/2175-7925.2011v24n4p103
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13376
Data de publicação: Dez-2011
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Luiz Augusto de Souza - 2011.pdf507,08 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons