Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13598
Tipo do documento: Artigo
Título: Histometria e forma testiculares associadas à qualidade seminal em machos nelore (Bos taurus indicus) criados extensivamente no sudoeste de Goiás
Título(s) alternativo(s): Testicular histometry and shape associated with seminal quality in nellore (Bos taurus indicus) males extensively raised in southwest of Goiás
Autor: Ferraz, Henrique Trevizoli
Viu, Marco Antônio de Oliveira
Oliveira Filho, Benedito Dias de
Lopes, Dyomar Toledo
Viu, Alessandra Feijó Marcondes
Gambarini, Maria Lúcia
Resumo: Desenvolveu-se este estudo com o intuito de verificar as associações entre a forma dos testículos, as alterações histológicas no parênquima testicular e a qualidade seminal. Quarenta e dois animais, entre 30 e 36 meses de idade e que seriam castrados para terminação, tiveram o sêmen coletado. Amostras de três porções (proximal, intermediária e distal) de seus testículos foram colhidas e fixadas. Realizou-se a avaliação andrológica destes animais e a preparação de lâminas histológicas para avaliação do parênquima testicular. Foram avaliados: forma testicular; movimento massal (MMAS); vigor espermático (VIG); motilidade individual progressiva (MOT); concentração espermática (CONC); defeitos espermáticos maiores (DEFMAI), menores (DEFMEN) e totais (DEFTOT); distância média entre os túbulos seminíferos (DISTMED); espessura média do epitélio seminífero (ESPMED); e percentagem média de colágeno intersticial (COLMED). Animais com testículo classificado como longo apresentaram menor DISTMED, maior ESPMED e menor COLMED (P<0,05), além de valores superiores quanto aos aspectos físicos e morfológicos do ejaculado. A DISTMED foi menor e a ESPMED foi maior na porção mais distal do testículo (P<0,05). As correlações de DISTMED, ESPMED e COLMED com os DEFTOT foram, respectivamente, 0,51; -0,39; e 0,29 (P<0,001). Assim, pode-se concluir que: testículos de forma alongada sofrem menos lesões teciduais no parênquima testicular, apresentando maior produção e melhor qualidade seminal; as porções distais dos testículos demonstram menos lesões ao tecido espermático; e as menores distâncias entre os túbulos seminíferos, a maior espessura do epitélio seminífero e a menor concentração de colágeno intersticial nos testículos estão relacionadas à melhoria da qualidade seminal.
Abstract: This study was developed to verify the associations between the shape of the testicles, the histological changes in testicular parenchyma and seminal quality. Forty two animals, between 30 and 36 months of age who were castrated for termination, had the semen collected. Samples of three portions (proximal, middle, and distal) of the testes were harvested and fixed. It was do breading soundness evaluation of these animals and preparation of slides for histological evaluation of testicular parenchyma. Were evaluated: testicular form; grass movement (MMAS); spermatic vigor (VIG); individual progressive motility (MOT); sperm concentration (CONC); major (DEFMAI), lower (DEFMEN) and total (DEFTOT) sperm defects; average distance between the seminiferous tubules (DISTMED); the average thickness of the seminiferous epithelium (ESPMED); and average percentage of interstitial collagen (COLMED). Animals with testicular classified as long had lower DISTMED, higher ESPMED, lower COLMED, and higher values regarding physical and morphological semen. The DISTMED was lower and ESPMED was higher in the distal portion of the testis. The correlations of DISTMED, ESPMED and COLMED with DEFTOT were respectively 0.51; -0.39; and 0.29. Thus, one can conclude that: elongated testes suffer less tissue damage in the testicular parenchyma, with higher production and better semen quality; the most distal portions of the testis show less tissue damage sperm; and the smallest distances between the seminiferous tubules, the greater thickness of the seminiferous epithelium and the lowest concentration of interstitial collagen in the testis are related to the improvement of sperm quality..
Palavras-chave: Andrologia
Bovino
Reprodução
Sêmen
Zebuíno
Andrology
Bovine
Reproduction
Semen
Zebuine
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Citação: FERRAZ, Henrique Trevizoli; VIU, Marco Antônio de Oliveira; OLIVEIRA FILHO, Benedito Dias de; LOPES, Dyomar Toledo; VIU, Alessandra Feijó Marcondes; GAMBARINI, Maria Lúcia. Histometria e forma testiculares associadas à qualidade seminal em machos Nelore (Bos taurus indicus) criados extensivamente no sudoeste de Goiás. Archives of Veterinary Science, Curitiba, v. 19, n. 3, p. 73-80, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13598
Data de publicação: 2014
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Henrique Trevizoli Ferraz - 2014.pdf256,23 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons