Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13601
Tipo do documento: Artigo
Título: Desenvolvimento ponderal, biometria testicular e qualidade seminal de touros Nelore (Bos taurus indicus) criados extensivamente na região centro-oeste do Brasil
Título(s) alternativo(s): Body growth, testicular biometry and seminal quality of Nelore (Bos Taurus indicus) bulls extensively raised in middle west of Brazil
Autor: Viu, Marco Antônio de Oliveira
Magnabosco, Claudio de Ulhoa
Ferraz, Henrique Trevizoli
Gambarini, Maria Lúcia
Oliveira Filho, Benedito Dias de
Lopes, Dyomar Toledo
Viu, Alessandra Feijó Marcondes
Resumo: Com o objetivo de avaliar características testiculares e seminais de touros Nelore criados extensivamente em uma região de clima tropical de savana, 271 animais foram divididos em quatro classes de idade (C1, 17 a 20 meses; C2, 21 a 24 meses; C3, 25 a 30 meses e C4, 31 a 36 meses) e submetidos à avaliação andrológica. O peso vivo (PV) foi obtido imediatamente antes da colheita do sêmen, realizandose a aferição do comprimento (COMP) e largura (LARG) dos testículos, assim como da circunferência escrotal (CE). O volume (VT) e peso testicular (PT) foram calculados, e a qualidade seminal avaliada por meio das características físicas: motilidade progressiva (MOT); vigor (VIG) e turbilhonamento (TUR); e morfológicas: defeitos maiores (DMA); menores (DME) e totais (DT) do ejaculado. Para determinação da forma testicular (FT) utilizou-se a razão LARG/COMP, classificando-se em: longa; longa-moderada; longa-oval; oval-esférica e esférica. Houve correlação positiva de moderada intensidade (P<0,01) entre PV e CE, PT e VT. As características PV, CE, PT e VT mostraram correlação negativa de moderada intensidade (P<0,01) com DMA, DME e DT. Predominaram as formas alongadas dos testículos, com correlação positiva (P<0,01) entre PV, CE e FT, além de correlação negativa (P<0,05) entre PV, CE, FT e patologias espermáticas. O formato esférico não esteve presente em nenhuma das classes de idade. Conclui-se que os fatores relacionados à biometria testicular (BT) aumentam com o ganho de peso em touros Nelore de 17 a 36 meses de idade e que, além da CE, o VT, o PT e a FT podem ser parâmetros úteis para a seleção de reprodutores Nelore.
Abstract: With the objective to evaluate the morphological testicular characteristics an seminal quality of Nelore bulls raised extensively in a region where predominates the tropical of savannah climate, 271 animals were divided in four age classes: (C 1) of 17 to 20 months; (C2) of 21 to 24 months; (C3) of 25 to 30 months; (C4) of 31 to 36 months and submitted to breeding soundness evaluation (BSE). The animals were weighted immediately before BSE and testicular length (COMP) and width (LARG), as well as the scrotal circumference (CE) were taken. The testicular volume (VT) and testicular weight (PT) were calculated, and seminal quality evaluated through physical characteristics as progressive motility (MOT), vigor (VIG) and gross activity (TUR); morphological characteristics were reported as major defects (DMA), minor (DME) and total (DT). Testicular form (FT) was determined according the reason LARG/COMP, and classified in: long; longmoderate; long-oval; oval-spherical and spherical. There was a moderate and positive correlation (P<0,01) between PV and CE, PT and VT. The traits PV, CE, PT and VT showed a moderate and negative (P<0,01) with DMA, DME and DT. The alongated forms of the testicles had predominated, with positive correlation (P<0.01) with PV, CE and FT. However, the correlation (P<0,05) of PV, CE, FT with spermatic morphology was negative. The spherical format was not present in none of the age class. It was possible to conclude that factors related to testicular biometrics (BT) increase with weight gain in Nelore bulls from 17 to 36 months of age and not only CE, but VT, PT and FT could also be useful parameters to selection of Nelore bulls.
Palavras-chave: Andrologia
Morfologia espermática
Termorregulação
Andrology
Sperm morphology
Thermoregulation
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Citação: VIU, M. A. O.; MAGNABOSCO, C. U.; FERRAZ, H. T.; GAMBARINI, M. L.; OLIVEIRA FILHO, B. D.; LOPES, D. T. Desenvolvimento ponderal, biometria testicular e qualidade seminal de touros nelore (Bos taurus indicus) criados extensivamente na região centro-oeste do Brasil. Archives of Veterinary Science, Curitiba, v. 11, n. 3, p. 53-57, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.5380/avs.v11i3.7427
Identificador do documento: 10.5380/avs.v11i3.7427
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13601
Data de publicação: 2006
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Marco Antônio de Oliveira Viu - 2006.pdf52,43 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons