Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13604
Tipo do documento: Artigo
Título: Origem e diversidade genética materna de populações de bovinos da raça curraleira de diferentes regiões do Brasil
Título(s) alternativo(s): Origin and maternal genetic diversity of curraleiro bovine breed populations from different regions of Brazil
Autor: Egito, Andréa Alves do
Fioravanti, Maria Clorinda Soares
Grattapaglia, Dário
Ramos, Alexandre Floriani
Albuquerque, Maria do Socorro Maues
Mariante, Arthur da Silva
Resumo: Análises do DNA mitocondrial (mtDNA) demonstraram o seu potencial para o conhecimento da origem e natureza dos processos de domesticação, análise da dispersão e do fluxo gênico, análise de expansões demográficas, deriva genética e a miscigenação de populações. A raça bovina Curraleira teve origem nos animais introduzidos pelos colonizadores que se adaptaram às condições sanitárias, de clima e manejo do Brasil. O objetivo deste trabalho foi verificar a diversidade genética, mediada pela fêmea desta raça pelo sequenciamento e análise da região controle do mtDNA. Foram analisados doze animais provenientes de cinco regiões distintas. Foram observados três haplogrupos: dois de origem taurina africana (AA e T1) e um de origem taurina européia (T3). A diversidade nucleotídica observada foi de 0,013. A maior diversidade haplotípica foi observada dentro (0,012) e não entre as populações (0,001). O índice de diferenciação observado foi de 0,074. Não foram verificadas diferenças genéticas significativas entre as populações das diferentes regiões. Pela análise realizada é possível concluir que as populações da raça Curraleira possuem uma mesma origem materna e sofreram influência de animais de origem taurina africana.
Abstract: Analysis of mitochondrial DNA (mtDNA) has been used as a molecular tool for understanding the origin and nature of domestication processes, analysis of dispersal and gene flow, analysis of demographic expansion, genetic drift and admixture between populations. The Curraleiro bovine breed was originated in the animals introduced by the Iberian settlers and became adapted to the sanitary conditions, climate and management found in Brazil. The objective of this study was to investigate the genetic diversity of this breed by sequencing and analysis of mtDNA control region. We analyzed twelve animals from five distinct regions. Three haplogroups were observed: two of African taurine origin (AA and T1) and one of European taurine origin (T3). The nucleotide diversity observed was 0.013. The highest haplotype diversity was observed within populations (0.012) and not between populations (0.001). The differentiation index observed was 0.074. No significant genetic differences were found among populations in different regions. It was concluded that the Curraleiro populations have the same maternal origin and suffered influence of African taurine animals.
Palavras-chave: mtDNA
Diversidade haplotípica
Estudos populacionais
Haplotype diversity
Population studies
País: Espanha
Unidade acadêmica: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Citação: EGITO, A. A.; FIORAVANTI, M. C. S.; GRATTAPAGLIA, D.; RAMOS, A. F.; ALBUQUERQUE, M. S. M.; MARIANTE, A. S. Origem e diversidade genética materna de populações de bovinos da raça Curraleira de diferentes regiões do Brasil. Actas Iberoamericanas de Conservacion Animal, Córdoba, v. 1, p. 110-113, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13604
Data de publicação: 2011
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Andréa Alves do Egito - 2011.pdf1,36 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons