Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14061
Tipo do documento: Artigo
Título: Sequencing and expression analysis of hepcidin mRNA in donkey (Equus asinus) liver
Título(s) alternativo(s): Sequenciamento e expressão do RNA mensageiro da hepcidina no ígado de jumentos (Equus asinus)
Autor: Oliveira Filho, José Paes
Marques, Jéssica A.
Cunha, Paulo Henrique Jorge da
Medeiros, Gildenor Xavier
Amaral, Franklin Riet Correa
Machado, Vânia Maria de Vasconcelos
Borges, Alexandre Secorun
Resumo: A hipoferremia observada durante os processos in lamatórios sistêmicos é mediada pela hepcidina, um peptídeo que é sintetizado predominantemente no ígado de mamíferos. A hepcidina desempenha um papel chave no metabolismo do ferro e no sistema imune. O aumento da expressão da hepcidina é particularmente útil durante a inflamação aguda, pois restringe a disponibilidade de ferro, necessária para o crescimento de microorganismos patogênicos. Neste estudo, o RNA mensageiro da hepcidina asinina foi caracterizado e sua expressão foi determinada em ígado de jumentos (Equus asinus). A sequência da hepcidina asinina tem uma janela de leitura de 261 nucleotídeos e a proteína correspondente é formada por 86 aminoácidos. A sequência de aminoácidos da hepcidina asinina foi mais homóloga à sequência da hepcidina equina (98%). A hepcidina madura (25 aminoácidos) foi 100% idêntica à hepcidina madura equina e possuía as oito cisteínas conservadas nas demais sequências de hepcidinas analisadas. O per il de expressão da hepcidina no ígado de jumentos saudáveis foi alto e similar ao per il de expressão do gene de referência. A sequência da hepcidina asinina foi depositada no GenBankTM (HQ902884) e será útil para o desenvolvimento de estudos adicionais sobre o metabolismo de ferro e in lamação nesta espécie.
Abstract: The hypoferremia that is observed during systemic in lammatory processes is mediated by hepcidin, which is a peptide that is mainly synthesized in the livers of several mammalian species. Hepcidin plays a key role in iron metabolism and in the innate immune system. It’s up-regulation is particularly useful during acute in lammation, and it restricts the iron availability that is necessary for the growth of pathogenic microorganisms. In this study, the hepcidin mRNA of Equus asinus has been characterized, and the expression of donkey hepcidin in the liver has been determined. The donkey hepcidin sequence has an open reading frame (ORF) of 261 nucleotides, and the deduced corresponding protein sequence has 86 amino acids. The amino acid sequence of donkey hepcidin was most homologous to Equus caballus (98%). The mature donkey hepcidin sequence (25 amino acids) was 100% homologous to the equine mature hepcidin and has eight conserved cysteine residues that are found in all of the investigated hepcidin sequences. The expression pro ile of donkey hepcidin in the liver was high and was similar to the reference gene expression. The donkey hepcidin sequence was deposited in GenBankTM (HQ902884) and may be useful for additional studies on iron metabolism and the in lammatory process in this species.
Palavras-chave: Hepcidin
mRNA
Sequencing
Expression
Equus asinus
Hepcidina
Sequenciamento e expressão gênica
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Citação: OLIVEIRA FILHO, José P.; MARQUES, Jessica A.; CUNHA, Paulo Henrique J.; MEDEIROS, Gildenor X.; RIET-CORREA, Franklin; MACHADO, Vânia Maria V.; BORGES, Alexandre S. Sequencing and expression analysis of hepcidin mRNA in donkey (Equus asinus) liver. Pesquisa Veterinária Brasileira, Rio de Janeiro, v. 32, n. 10, p. 1050-1054, Oct. 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0100-736X2012001000019
e- 1678-5150
Identificador do documento: 10.1590/S0100-736X2012001000019
e- 1678-5150
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14061
Data de publicação: Out-2012
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - José Paes Oliveira Filho - 2012.pdf292,5 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons