Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14674
Tipo do documento: Artigo
Título: Occurrences of Oestrus ovis parasitism in necropsied sheep in the Umuarama microregion, Paraná, Brazil
Título(s) alternativo(s): Ocorrência de parasitismo por Oestrus ovis em ovinos necropsiados da microrregião de Umuarama - Paraná, Brasil
Autor: Carvalho, Rafael Silveira
Ruivo, Maycon Araújo
Colli, Marcos Henrique Alcantara
Pereira, Valdomiro
Martinez, Antônio Campanha
Mazzucatto, Barbara Cristina
Cruz, Breno Cayeiro
Maciel, Willian Giquelin
Felippelli, Gustavo
Teixeira, Weslen Fabricio Pires
Soares, Vando Edésio
Costa, Alvimar José da
Lopes, Welber Daniel Zanetti
Resumo: De janeiro de 2007 a setembro de 2013, foram avaliados, durante a necropsia, 71 ovinos pertencentes a 12 propriedades rurais da microrregião de Umuarama, Paraná, Brasil, quanto à presença de larvas de Oestrus ovis. Entre outubro e dezembro de 2013, as 12 propriedades de onde os animais eram provenientes foram visitadas, e os proprietários e funcionários foram entrevistados. A ocorrência do parasitismo por O. ovis em ovinos foi constatada pela primeira vez em propriedades rurais da microrregião de Umuarama, Estado do Paraná. Dos 71 animais, 12 (16,9%) estavam parasitados por O. ovis, com intensidade média de parasitismo de 2,25 larvas por cabeça infestada (1 a 8 larvas). Foi possível verificar correlação elevada (0,81, p=0,0346) apenas entre o número de larvas versus lesões macroscópicas observadas na cavidade nasal desses animais, de modo que ovinos com mais de 3 larvas continham secreção mucopurulenta ou epistaxe na cavidade. Quando da entrevista constatou-se que todos os proprietários fazem controle químico contra parasitas (helmintos e/ou O. ovis) e esse. controle é feito a cada 30 dias por 91,6% dos produtores, que utilizam derivados de lactonas macrocíclicas e/ou benzimidazóis/imidatiazóis. Futuros estudos ainda precisam ser realizados nesta região, na tentativa de elucidar a prevalência de parasitismo por O. ovis nos rebanhos.
Abstract: Between January 2007 and September 2013, 71 sheep belonging to 12 farms in the Umuarama microregion, State of Paraná, were evaluated regarding presence of Oestrus ovis larvae, during necropsies. The farms from which these animals originated were visited and the owners and employees were interviewed. Occurrences of O. ovis parasitism in sheep were diagnosed for the first time on this microregion. Of the 71 animals, 12 (16.9%) were parasitized by O. ovis, with mean intensity of 2.25 larvae per infested head (1 to 8 larvae/infested head). There was a high correlation (0.81, p=0.0346) between the number of larvae and the macroscopic lesions observed in these animals’ nasal cavities, such that sheep with more than 3 larvae may contain mucupurulent secretions or epistaxis. From the interviews conducted, it was found that all the farm owners were applying chemical parasite control methods (helminths and/or O. ovis), administered to all animals in the herds every 30 days (91.6% of the producers), using derivatives of macrocyclic lactones and/or benzimidazoles/imidazothiazoles. Further studies need to be conducted in this particular region, in an attempt to elucidate the prevalence of O. ovis parasitism in herds.
Palavras-chave: Miíase cavitária
Oestrus ovis
Ovinos
Cavitary myiasis
Sheep
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Citação: CARVALHO, Rafael Silveira; RUIVO, Maycon Araújo; COLLI, Marcos Henrique Alcantara; PEREIRA, Valdomiro; MARTINEZ, Antônio Campanha; MAZZUCATTO, Barbara Cristina; CRUZ, Breno Cayeiro; MACIEL, Willian Giquelin; FELIPPELLI, Gustavo; TEIXEIRA, Weslen Fabricio Pires; SOARES, Vando Edésio; COSTA, Alvimar José da; LOPES, Welber Daniel Zanetti. Occurrences of Oestrus ovis parasitism in necropsied sheep in the Umuarama microregion, Paraná, Brazil. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, Jaboticabal, v. 24, n. 3, p. 370-374, July/Sept. 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S1984-29612015044
Identificador do documento: 10.1590/S1984-29612015044
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14674
Data de publicação: Set-2015
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Rafael Silveira Carvalho - 2015.pdf663,62 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons