Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14854
Tipo do documento: Artigo
Título: Estudos sobre a relação entre o intérprete de LIBRAS e o professor: implicações para o ensino de ciências
Título(s) alternativo(s): Studies about the relationship between the LIBRAS interpreter and teacher: implications for the science education
Autor: Oliveira, Walquíria Dutra de
Benite, Anna Maria Canavarro
Resumo: Com o advento da inclusão escolar a educação de surdos passa a ser feita no ensino regular e surge a necessidade de um novo agente na sala de aula: o Intérprete de LIBRAS. Por sua vez, os conhecimentos científicos são imprescindíveis para uma alfabetização que vise a formar cidadãos críticos e conscientes de seu papel na sociedade e devem ser alvo de aprendizado, também dos alunos em situação de deficiência. Compreender como este corpo de conhecimentos está sendo apresentado para a esses alunos é de suma importância. Esta investigação objetivou realizar um estudo sobre a relação entre o intérprete de LIBRAS e o professor de ciências na sala de aula inclusiva para compreender quais as implicações desta para o ensino de ciências. Utilizando elementos de uma pesquisa participante, professores e intérpretes foram convidados a narrar sobre suas estórias sobre a sala de aula de ciências em diários de aula coletivos. As narrativas foram analisadas segundo a técnica de análise de conteúdo e por meio da análise temática criamos categorias através do recorte, da enumeração, classificação e agregação. Os resultados apontam para as seguintes categorias: os intérpretes de LIBRAS assumem funções de outros profissionais da escola, reconhecem os professores como membro da cultura científica, reconhecem a falta de preparo do professor frente aos alunos surdos e reconhecem as formas de aprendizado dos alunos surdos. Já os professores de ciências reconhecem seu papel diante do aluno surdo, reconhecem dominar o corpo de conhecimentos da matéria que ministram, se sentem despreparados frente aos alunos surdos e reconhecem o papel do intérprete de LIBRAS no processo de ensino aprendizagem. Conclui-se que a relação entre o professor de ciências e intérprete de LIBRAS é de contradição e podemos inferir que o professor é o mediador no processo de ensino aprendizagem e o intérprete de LIBRAS, o intermediador neste processo. Ressaltamos que esta investigação cabe como denúncia e não como crítica sobre como está acontecendo a inclusão escolar de surdos.
Abstract: With the advent of school inclusion, education of deaf has to occur in the context of regular education, and requires a new agent in the classroom: the LIBRAS interpreter. In turn, scientific knowledge is essential for literacy aiming at educating critical citizens aware of their role in society, and should be a learning target for students with disabilities. Understanding the way such knowledge has been introduced to these students is of paramount importance. This study aimed at analyzing the relationship between the LIBRAS interpreter and the science teacher in an inclusive classroom in order to understand its implications for science teaching. From the use of elements of a participatory research, teachers and interpreters were invited to tell their stories about the science classroom in collective diaries. The narratives were examined according to the content analysis technique, and by means of thematic analysis, we created categories through cutout, enumeration, classification and aggregation. The results indicated the following categories: LIBRAS interpreters play the roles of other school professionals, recognize the teachers as member of the scientific culture, recognize the lack of teachers’ preparation to deal with deaf students, and recognize the deaf students’ ways of learning. On the other hand, science teachers recognize their role in deaf students’ teaching, recognize they have the knowledge concerning the subject they teach, feel unprepared to teach deaf students, and recognize the role of the LIBRAS interpreter in the deaf students’ learning process. Therefore, there is a contradictory relationship between science teacher and LIBRAS interpreter in which the teacher is the mediator and the LIBRAS interpreter is the inter-mediator in the teaching-learning process. This study may be viewed as a denunciation, rather than a criticism about how the inclusion of deaf students has happening in schools.
Palavras-chave: Ensino de ciências
Inclusão escolar
Surdos
Intérprete de LIBRAS
Science teaching
School inclusion
Deaf
LIBRAS interpreter
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Química - IQ (RG)
Citação: OLIVEIRA, Walquíria Dutra de; BENITE, Anna M. Canavarro. Estudos sobre a relação entre o intérprete de LIBRAS e o professor: implicações para o ensino de ciências. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação Em Ciências, Belo Horizonte, v. 15, n. 3, p. 597-626, set./dez. 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14854
Data de publicação: Dez-2015
Aparece nas coleções:IQ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Walquíria Dutra de Oliveira - 2015.pdf947,66 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons