Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15734
Tipo do documento: Artigo
Título: Chemotaxonomic significance of flavonoids, coumarins and triterpenes of Augusta longifolia (Spreng.) Rehder, Rubiaceae-Ixoroideae, with new insights about its systematic position within the family
Título(s) alternativo(s): Significância quimiotaxômica de flavonoides, cumarinas e triterpenos de Augusta longifolia (Spreng.) Rehder, Rubiaceae- Ixoroideae, com novos entendimentos sobre a posição sistemática dentro da família
Autor: Choze, Rafael
Delprete, Piero Giuseppe
Liao, Luciano Morais
Resumo: Augusta tem sido tradicionalmente colocada na tribo Rondeletieae, Cinchonoideae subfamília. No entanto, recentes filogenias moleculares posicionou-a perto de Wendlandia, porém localizando A. longifolia perto do clado Ixoroidinae II. O estudo de A. longifolia resultou em duas cumarinas, cinco flavonoides, três triterpenoides e um derivado do ácido benzóico. Estes metabolitos reforçam a separação da Augusta como um gênero monoespecífico, e Lindenia como um gênero de três espécies, intimamente relacionada com Wendlandia.
Abstract: Augusta has traditionally been placed in the tribe Rondeletieae, subfamily Cinchonoideae. However, recent molecular phylogenies positioned it near to Wendlandia (Ixoroideae), but locate A. longifolia near to the clade Ixoroidinae II. The study of A. longifolia afforded two coumarins, five flavonoids, three triterpenoids and one benzoic acid derivative. These metabolites reinforce the separation of Augusta as a monospecific genus, and Lindenia as a genus of three species, closely related to Wendlandia.
Palavras-chave: Rubiaceae
Augusta
Wendlandia
Lindenia
Quimiotaxonomia
Chemotaxonomy
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Química - IQ (RG)
Citação: CHOZE, Rafael; DELPRETE, Piero G.; LIÃO, Luciano M. Chemotaxonomic significance of flavonoids, coumarins and triterpenes of Augusta longifolia (Spreng.) Rehder, Rubiaceae-Ixoroideae, with new insights about its systematic position within the family. Revista Brasileira de Farmacognosia, Curitiba, v. 20, n. 3, p. 295-299, June/July 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15734
Data de publicação: Jul-2010
Aparece nas coleções:IQ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Rafael Choze - 2010.pdf760,07 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons