Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16100
Tipo do documento: Artigo
Título: Immobilization of lipase in pectin extracted from lobeira fruit (Solanum lycocarpum St. Hil.)
Título(s) alternativo(s): Imobilização de lipase em pectina extraída de frutos de lobeira (Solanum lycocarpum St. Hil.)
Autor: Silva Filho, Rômulo Roosevelt da
Torralbo, Daniela Fernandes
Leal, Maria Carolina Bezerra Di Medeiros
Batista, Karla de Aleluia
Fernandes, Kátia Flávia
Resumo: Neste trabalho, pectina extraída de frutos de lobeira (Solanum lycocarpum St. Hil) foi utilizada como suporte para a imobilização de lipase. Os frutos de lobeira foram secos e a farinha utilizada para a extração da pectina. Para o processo de extração foi utilizado um planejamento fatorial 2 3 com temperatura, pH e tempo como variáveis independentes. A imobilização foi realizada por adsorção e por ligação covalente utilizando periodato de sódio (PEC-P) ou glutaraldeído (PEC-G) como ativadores do suporte. Os resultados indicaram que a ativação por PEC-P foi eficiente para a imobilização da enzima. A imobilização por adsorção e por ligação covalente para o suporte PEC-G não apresentaram estabilidade ao armazenamento. Os resultados para os testes de estabilidade ao armazenamento do sistema lipase-PEC-P demonstraram que este sistema manteve 85,4% da atividade enzimática após onze semanas de estocagem. Estes resultados habilitam a utilização da pectina extraída de lobeira como um suporte promissor para a imobilização de enzimas.
Abstract: In this study, pectin extracted from the lobeira fruit (Solanum lycocarpum St. Hil) was used as support for lipase immobilization. The lobeira fruits were dried and the flour was used for pectin extraction. A 2 3 factorial design was used for the extraction process, with temperature, pH and extraction time as independent variables. Immobilization was performed by adsorption and covalent bonding using sodium periodate (PEC - P) or glutaraldehyde (PEC - G) as support activators. The results indicated that covalent bonding PEC - P was efficient in immobilizing the enzyme. The immobilization by adsorption and covalent bonding PEC - G did not provide storage stability. The stability tests results for the storage of the lipase–PEC-P system demonstrated that this system maintained 85,4% of enzyme activity after eleven weeks of storage. These results enable the use of pectin extracted from the Solanum lycocarpum (St. Hil.) fruit as a promising support for the immobilization of enzymes.
Palavras-chave: Pectin
Lipase
Immobilization
Solanum lycocarpum
Pectina
Solanum lycocarpum
Lipase
Imobilização
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Citação: SILVA FILHO, Rômulo Roosevelt da et al. Immobilization of lipase in pectin extracted from lobeira fruit (Solanum lycocarpum St. Hil.). Biochemistry and Biotechnology Reports, Londrina, v. 1, n. 1, p. 9-14, jan./jun. 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.5433/2316-5200.2012v1n1p9
Identificador do documento: 10.5433/2316-5200.2012v1n1p9
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16100
Data de publicação: Jun-2012
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Rômulo Roosevelt da Silva Filho - 2012.pdf530,91 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons