Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16147
Tipo do documento: Artigo
Título: Estudo da toxicidade crônica do herbicida glifosato em sementes de milho, quiabo e rúcula
Título(s) alternativo(s): Study of chronic toxicity of the glyphosate herbicide in seeds of corn, okra and arugula
Autor: Rebessi, Ana Claudia
Medina, Ângela Fracon
Pereira, Bruna
França, Débora
Santos, Douglas F.
Mendes, Flávia
Rodrigues, Gabriela
Silva, João Henrique Nascimento e
Greve, Larissa Franciane
Ciribello, Luana
Lima, Lucas F.
Marchini, Lucas
Felix, Marina
Navarro, Manoela
Chinelatto, Monique Rosolem
Ovídio, Tiago Tomazela
Brito, Núbia Natália de
Resumo: O glifosato é um agroquímico do grupo dos fosfonatos, ele é amplamente usado como herbicida. Embora cause a morte de quase todas as plantas pode ser usado para eliminar as ervas daninhas durante o crescimento das plantações que são resistentes ao glifosato. Nesta pesquisa objetivou-se verificar os efeitos toxicológicos do herbicida em estudo utilizando como organismo teste sementes de milho (Zea mays), quiabo (Abelmoschus esculentus (L.) Moench) e rúcula (Eruca sativa). O ensaio toxicológico consistiu em utilizar papel toalha umedecido com a amostra de glifosato, e vinte sementes distribuídas uniformemente em vasilhames com tampas, deixados em local seco e arejado, sendo regadas uma vez ao dia durante 5 dias. Foi possível verificar o efeito tóxico do glifosato para sementes de milho nas concentrações acima de 90 mg.L-1, para sementes de quiabo nas concentrações acima de 75 mg.L-1 e para sementes de rúcula nas concentrações acima de 2 mg.L-1. Desta forma foi possível concluir que as sementes em estudo apresentaram uma elevada sensibilidade com possibilidade de ser aplicadas em ensaios de toxicidade, representando uma metodologia simples e de baixo custo.
Abstract: Glyphosate is an agrochemical from the group of phosphonates, which is widely used as a herbicide. Although it kills almost any plant, it can be used to eliminate weeds during the growth of crops that are resistant to glyphosate. This research aimed to evaluate the toxicological effects of the herbicide in a study using as test organism seeds of maize (Zea mays), okra (Abelmoschus esculentus (L.) Moench) and arugula (Eruca sativa). The toxicological testing was to use a paper towel dampened with a sample of glyphosate and twenty seeds evenly distributed in containers with lids, left in a dry and airy place, and watered once a day for 5 days. It was possible to check the toxic effect of glyphosate for corn seeds at concentrations above 90 mg.L-1, for okra seeds at concentrations above 75 mg L-1 and arugula seeds in concentrations above 2 mg L - 1. Thus it was concluded that the seeds studied showed a high sensitivity with the possibility to be applied in toxicity testing, representing a simple and low cost.
Palavras-chave: Glifosato
Toxidade
Sementes
Glyphosate
Toxicity
Seeds
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Química - IQ (RG)
Citação: REBESSI, Ana Cláudia et al. Estudo da toxicidade crônica do herbicida glifosato em sementes de milho, quiabo e rúcula. Engenharia Ambiental: pesquisa e tecnologia, Espírito Santo do Pinhal, v. 8, n. 2, p. 17-27, abr./jun. 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16147
Data de publicação: Jun-2011
Aparece nas coleções:IQ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Ana Claudia Rebessi - 2011.pdf1,99 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons