Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/376
Tipo do documento: Article
Título: Avaliações morfológicas de lesões nas extremidades distais dos membros de bovinos claudicantes
Título(s) alternativo(s): Morphological evaluations of lesions in distal limbs of crossbreds cattle with lameness
Autor: Silva, Luiz Henrique
Lima, Ingrid Rios
Fonseca, Ângela Moni
Borges, Naida Cristina
Fioravanti, Maria Clorinda Soares
Abstract: A alta incidência de afecções podais, que, ao se complicarem, disseminam a infecção para estruturas internas dos dedos, requer exame detalhado mediante emprego de técnicas auxiliares de diagnóstico. Objetivou-se com este estudo determinar os aspectos morfológicos dos dígitos de bovinos claudicantes, classificando e quantificando a ocorrência de alterações macroscópicas e histopatológicas, bem como estabelecer correlações entre as variáveis macroscopia-microscopia, claudicação-macroscopia e claudicação-microscopia. Foram utilizados 18 bovinos mestiços, machos, manejados em sistema intensivo durante o período de 112 dias. Os animais foram divididos em três grupos: (GI) claudicação de escore 2; (GII) claudicação escore 3 e (GIII) claudicação escore 4, resultando em 72 membros a serem avaliados. Realizaram-se exames clínicos e histopatológicos em todas as extremidades dos membros, sendo coletadas amostras na porção dorsal e palmar/plantar para realização do histopatológico, totalizando 144 amostras. Observou-se que 15 (83,3%) dos 18 animais estudados apresentaram a associação de lesões macro com lesões microscópicas, sendo que seis animais pertenciam ao GIII, cinco ao GII e quatro ao GI. A erosão de talão acometeu 16,6% dos membros torácicos esquerdo, sendo a única lesão macroscópica deste membro. Na avaliação microscópica da derme constatou-se ausência de lesões em 68,7% das amostras e em 31,3% verificou-se infiltrado inflamatório mononuclear. O infiltrado inflamatório mononuclear multifocal predominou (43,1%) em relação ao infiltrado dos tipos difuso (15,2%) e focal (4,2%), sendo que três infiltrados inflamatórios do tipo focal eram leves e onze eram difusos e severos. De acordo com a metodologia empregada, pôde-se concluir que o escore de locomoção, associado à caracterização das lesões podais e ao exame histopatológico, auxiliou no diagnóstico de claudicação e que existe relação entre claudicação, lesões macroscópicas e alterações histopatológicas, mas não foi possível relacionar os tipos de lesões microscópicas às diferentes formas de manifestação das doenças podais nos bovinos estudados. _______________________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT _______________________________________________________________________________________________________________________ The high incidence of claw diseases requires detailed examination by use of diagnostic techniques, especially when they become complicated and spread the infection to the internal structures of the digits. The objective of this study was to determine the morphological features of the digits of lame cattle, classifying and quantifying the occurrence of macroscopic and histopathological changes, and to establish correlations between macroscopy-microscopy, macroscopy-lameness and lameness-microscopy variables. A total of 18 crossbred, male cattle were used. The animals, managed in intensive system during 112 days, were divided into three groups: (GI) lameness score 2, (GII) lameness score 3, and (GIII) lameness score 4, resulting in 72 evaluated distal limbs. Clinical and histopathological examinations were carried out at the ends of the limbs, and dorsal and palmar / plantar regions were sampled to perform the histopathological test, totaling 144 samples. Out of studied 18 animals, 15 (83.3%) showed the association of macroscopic and microscopic lesions, being six animals from GIII, four from GII and five from GI. The heel erosion was found in 16.6% of the left forelimbs, being the only macroscopic lesion in this limb. Dermis microscopic evaluation revealed absence of lesions in 68.7% of samples and mononuclear cell infiltration in 31.3%. The multifocal mononuclear cell infiltrate was predominant (43.1%) compared to the diffuse (15.2%) and focal (4.2%) infiltration. Three types of focal inflammatory infiltrates were light and 11 were diffuse and severe. In conclusion, locomotion score, associated with the characterization of lesions and the histopathology examination supported the diagnosis of lameness showing a relationship between lameness, macroscopic lesions and histopathological changes; however, it was not possible to relate types of microscopic lesions to the different manifestations of claw disease in the studied animals.
Palavras-chave: Bovino
Claudicação
Dígitos
Histopatologia
Instituição: José Henrique Stringhini
Citação: SILVA, L. H; LIMA, I. R; FONSECA, A. M; BORGES, N. C; FIORAVANTI, M. C. S. Avaliações morfológicas de lesões nas extremidades distais dos membros de bovinos claudicantes. Ciência Animal Brasileira, Goiânia, GO, v. 12, n. 3, jul./set. 2011. Disponível em: <http://www.revistas.ufg.br/index.php/vet/article/view/12850>.
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/376
Data de publicação: Set-2011
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
9720.pdf523,39 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.