Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3576
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação histoquímica e da expressão das proteínas p53 e c-KIT no mastocitoma canino
Autor: Pimenta, Vanessa de Sousa Cruz
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/8788967925940484
Primeiro orientador: Araujo, Eugenio Gonçalves de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3919777570059928
Primeiro coorientador: Fioravanti, Maria Clorinda Soares
Segundo Coorientador: Brito, Luiz Augusto Batista
Primeiro membro da banca: Araújo, Eugênio Gonçalves de
Segundo membro da banca: Menezes, Liliana Borges de
Terceiro membro da banca: Damasceno, Adilson Donizeti
Resumo: O objetivo deste estudo foi verificar o padrão de coloração pelo Pardo de Bismarck e avaliar a expressão de p53 e c-KIT nos mastócitos neoplásicos, quantificando a marcação obtida por estes anticorpos através do software Image J e correlacionando os valores encontrados com os subtipos histológicos. O mastocitoma é a neoplasia cutânea mais frequente do cão, sendo uma proliferação excessiva de mastócitos neoplásicos, de comportamento biológico variável e imprevisível, com grande capacidade de recidivas e metástases. As lesões podem ser de localização dérmica a subcutânea e três graus são descritos. No primeiro, o tumor é bem diferenciado, no segundo é moderadamente diferenciado e no terceiro é pouco diferenciado. Sua causa ainda é desconhecida. Um dos mecanismos propostos para a proliferação de mastócitos é a alteração da sequência de nucleotídeos do gene c-KIT. O gene supressor de tumor TP53 está diretamente relacionado ao bloqueio do ciclo celular e a proteção é alterada por mutações da p53. Foram revisados 1242 protocolos de exames histopatológicos obtidos dos arquivos do Laboratório de Patologia Animal/UFG, do período de janeiro de 2007 a abril de 2011, encontrando 37 diagnósticos de mastocitoma cutâneo canino. Quanto aos aspectos epidemiológicos a prevalência notada foi de 55,26% de cães na faixa etária de 6-10 anos, 63,16% do gênero feminino e 39,48% da raça Boxer. A localização anatômica mais frequente foi o membro pélvico com 31,58% de registros. A avaliação histológica e histoquímica utilizando a Hematoxilina - Eosina e o Azul de Toluidina permitiu classificar a maioria dos mastocitomas estudados, porém 24,32% das amostras só foram identificadas com a utilização da coloração Pardo de Bismarck. A prevalência do Grau II foi de 43,24% do total dos casos. O menor valor expresso, por p53 e c-KIT, foi no Grau II, o maior valor no Grau III e a maior média no grau I. Foi possível concluir que a coloração Pardo de Bismarck mostrou-se eficiente para auxiliar na precisão dos diagnósticos da rotina laboratorial e a utilização dos anticorpos anti p53 e anti c-KIT promoveu boa imunomarcação, com papel importante na determinação do prognóstico do mastocitoma canino.
Abstract: The objective of this study was to verify the pattern of staining by Bismarck Brown and evaluate the expression of p53 and c-KIT in neoplastic mast cells, quantifying the marking obtained by these antibodies using the Image J software and correlating the values found with histologic subtypes. Mast cell tumors are the most common skin neoplasms of dogs, is an excessive proliferation of neoplastic mast cells, of variable and unpredictable biological behavior, with great capacity of recurrences and metastasis. The lesions may be dermis or subcutaneous location and three grades are described. At the first, the tumor is well differentiated, moderately differentiated is the second and the third is little differentiated. Their cause is still unknown. One of the mechanisms proposed for the proliferation of mast cells is to change the nucleotide sequence of the c-KIT gene. The tumor suppressor gene TP53 is directly related to blockage of cell cycle and the protection is changed by mutations in the p53. Were reviewed 1242 protocols of histopathology exams obtained the archives of Laboratory of Animal Pathology/UFG, from January 2007 to April 2011, found 37 diagnosis of canine cutaneous mast cell tumor. Regarding the epidemiologic aspects the prevalence of 55.26% was noted in dogs in the age group 6-10 years, 63.16% female and 39.48% of the Boxer breed. The most common anatomic site was the hind-limb with 31.58% of records. Histologic evaluation and histochemistry using Hematoxylin - Eosin and Toluidine Blue allowed to classify the majority of mast cell tumors studied, although only 24.32% of the samples were identified using the color Bismarck Brown. The prevalence of Grade II was 43.24% of all cases The lowest value expressed for p53 and c-KIT, was in Grade II, the highest value in the Grade III and the highest average in grade I. Was concluded that the coloration of Bismarck Brown proved efficient to aid in the diagnostic accuracy of laboratory routine and utilization of antibodies anti p53 and anti c-kit promoted good immunostaining with important role to determine the prognosis of canine mast cell tumors.
Palavras-chave: Proto-oncogene
Sarcoma de mastócitos
Cães
Imunoistoquímica
Proteína supressora de tumor
Mast-cell sarcoma
Dogs
Immunohistochemistry
Tumor suppressor protein
Proto-oncogenes
Área(s) do CNPq: MEDICINA VETERINARIA::PATOLOGIA ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciência Animal (EVZ)
Citação: PIMENTA, Vanessa de Sousa Cruz. Avaliação histoquímica e da expressão das proteínas p53 e c-KIT no mastocitoma canino. 2012. 87 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3576
Data de defesa: 25-Abr-2012
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciência Animal (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertalçao - Vanessa de Sousa Cruz Pimenta - 2012.pdf3,14 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons