Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4646
Tipo do documento: Dissertação
Título: Composição de urólitos vesicais de cães determinada por espectroscopia de energia dispersiva (EDS) e análise química
Título(s) alternativo(s): Dog bladder uroliths composition determined by energy dispersive spectroscopy (EDS) and chemical analysis
Autor: Ariza , Paula Costa
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/8326572407182203
Primeiro orientador: Fioravanti, Maria Clorinda Soares
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8772502020076257
Primeiro coorientador: Silva, Luiz Antônio Franco da
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/0446055905975647
Segundo Coorientador: Borges, Naida Cristina
Currículo Lattes do segundo coorientador: http://lattes.cnpq.br/9181279951885005
Primeiro membro da banca: Fiovaranti, Maria Clorinda Soares
Segundo membro da banca: Santos, Tatiane Oliveira dos
Terceiro membro da banca: Lima, Aline Maria Vasconcelos
Resumo: A urolitíase acomete frequentemente e de maneira recorrente os cães. Os urólitos são concreções cristalinas que se formam no lúmen do trato urinário devido à supersaturação da urina por minerais. Podem levar a graves consequências, como a obstrução do fluxo urinário. O tratamento eficaz depende da análise adequada da composição dos urólitos presentes. Com o presente estudo objetivou-se avaliar a composição de cálculos urinários de cães atendidos no Município de Goiânia, fazendo uso de análise química por meio o uso de reagentes comerciais e da espectroscopia de energia dispersiva – EDS, de modo a estabelecer a relação entre a composição dos urólitos e características individuais e clínicas dos animais, bem como a comparação entre ambas as técnicas. Foram analisados 55 urólitos cirurgicamente removidos da vesícula urinária de cães. Dos cálculos analisados, 51 apresentaram estruvita (15 de maneira isolada), 32 fosfato de cálcio (todos associados à estruvita), cinco oxalato de cálcio (dois apenas com esse mineral), cinco urato (dois apenas com esse mineral) e quatro sílica (nenhum apresentava sílica isoladamente em sua composição). A combinação mais comum foi a de estruvita com fosfato de cálcio. O EDS permitiu a avaliação da composição das diferentes regiões dos cálculos de maneira independente, bem como a análise microscópica da estrutura do mesmo, mas não possibilitou a identificação específica do urato. Desse modo a sua associação à técnica química a torna uma técnica eficiente para a análise dos urólitos.
Abstract: Urolithiasis is frequently and recurrently observerd on dogs.. Uroliths are crystalline concretions that form in the lumen of the urinary tract due to urine oversaturation by minerals. They may lead to serious consequences, such as obstruction of the urinary flow. An efficient treatment depends on the compositional analysis of the uroliths This study aimed to evaluate the composition of dog’s urinary calculi in the city of Goiânia, by using chemical analysis and energy dispersive spectroscopy – EDS. Comparisons between the composition found and individual and clinical characteristics of the patients were made, as well as comparisons between both techniques. Analysis were held on 55 surgical removed uroliths fom the bladder of dogs. Struvite was present in 51 of the uroliths (15 isolatedly), calcium phosphate in 32 (always associated to struvite), calcium oxalate in five (two isolatedly), urate in five (two isolatedly) and silica was present in four (none of the uroliths was composed only by silica). The most common combination of compounds was that of struvite and calcium phosphate. EDS permitted both the evaluation of the different regions of the uroliths and the microscopical observation of the sample structure, but didn’t allow the correct identification of the urate. The association between both techniques was efficient on evaluating the calculi composition.
Palavras-chave: Cálculos urinários
Cálculos vesicais
Estruvita
Fosfato de cálcio
Urolitíase
Bladder calculi
Calcium phosphate
Struvite
Urinary calculi
Urolithiasis.
Área(s) do CNPq: PATOLOGIA ANIMAL::PATOLOGIA CLINICA ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciência Animal (EVZ)
Citação: ARIZA, P. C. Composição de urólitos vesicais de cães determinada por espectroscopia de energia dispersiva (EDS) e análise química. 2014. 51 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2014
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4646
Data de defesa: 4-Nov-2014
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciência Animal (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Paula Costa Ariza - 2014.pdf2,54 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons