Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5072
Tipo do documento: Dissertação
Título: Percepções dos agentes comunitários de saúde sobre a segurança do paciente
Título(s) alternativo(s): Perceptions of community health agents on patient safety
Autor: Musmanno, Luiz Henrique Fernandes
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/7058177109363384
Primeiro orientador: Bezerra, Ana Lucia Queiroz
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/0088227879433410
Primeiro coorientador: Melo, Maria Aparecida de Souza
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/9798211631876587
Primeiro membro da banca: Bezerra, Ana Lúcia Queiroz
Segundo membro da banca: Paranaguá, Thatianny Tanferri de Brito
Terceiro membro da banca: Rosso, .Claci Fátima Weirich
Quarto membro da banca: Pallos, Marinésia Aparecida Prado
Quinto membro da banca: Silva, Ana Elisa Bauer Camargo
Resumo: Este estudo objetivou analisar a percepção dos agentes comunitários de saúde do Distrito Sanitário Noroeste do município de Goiânia sobre segurança do paciente. Trata-se de um estudo descritivo, de natureza quantitativa desenvolvido junto a 169 agentes comunitários de saúde de Centros de Saúde da Família da Região Noroeste do município de Goiânia, Goiás. A coleta dos dados foi precedida de oficinas educativas sobre segurança do paciente, direcionada aos profissionais que compunham o universo amostral, para o que foi utilizado um instrumento autoaplicável para avaliação da percepção sobre segurança do paciente. Os dados foram sistematizados por meio de análises descritiva e temática. Dos participantes, 93,5% eram do sexo feminino; a idade variou de 19 a 63 anos; 63,3% possuíam o ensino médio completo. O tempo de atuação como agente comunitário de saúde variou de um mês a 16 anos; 73% já tinham ouvido falar sobre segurança do paciente e 96% se sentiam seguros com a qualidade das informações prestadas aos usuários. Quanto ao conhecimento de ocorrência de incidentes nas unidades de saúde, somente 37% identificaram a sua ocorrência. As principais causas dos incidentes, na percepção desta amostra, referem-se à falta de comunicação; erros de medicação e queda do paciente. O perfil de usuários que mais solicita informação foram, respectivamente, os idosos, hipertensos, diabéticos e gestantes. Os ACS consideraram a temática segurança do paciente importante para a sua qualificação e melhoria do atendimento junto aos usuários. O estudo aponta para a necessidade de socialização dessa abordagem junto aos profissionais das demais equipes de saúde, com vistas à ampliação da sua qualificação e transferência do conhecimento no atendimento à população, o que tem a capacidade de colaborar com a prevenção de incidentes. No entanto se faz necessária a ampliação de estratégias educativas como um caminho ao alcance do atendimento em saúde, qualificado e seguro, como preconiza o sistema de saúde brasileiro.
Abstract: This study aimed to analyze the perception of community health agents of the Northwest Sanitary District in the city of Goiania on patient safety. This is a descriptive, exploratory, qualitative quantitative nature developed with 169 community workers Health Centers of Health of the Family of Northwest region of the city of Goiânia, Goiás. Data collection was preceded by educational workshops on security patient, directed to professionals who made up the sample universe for which we used a self-administered instrument to evaluate the perception of patient safety. The data were systematized through descriptive and thematic. Of the participants, 93.5% were female; aged between 19-63 years; 63.3% had completed high school. Operating time as community health worker varied from one month to 16 years; 73% had heard about patient safety and 96% felt safe with the quality of information provided to users. Regarding knowledge of incidents occurring in healthcare facilities, only 37% identified their occurrence. The main cause of incidents, the perception of this sample refers to the lack of communication; medication errors and fall of the patient. The profile of users who request more information were, respectively, the elderly, hypertensive, diabetic and pregnant women. It was observed that the theme patient safety a novelty in the family health strategy, especially with community health workers. The study points to the need for socialization of this approach with professionals from other health teams, in order to expand its training and transfer of knowledge in service to the population, which has the ability to collaborate with the prevention of incidents. There is need to expand educational strategies as a way to reach the health care, skilled and safe, as recommended by the Brazilian health system.
Palavras-chave: Atenção primária em saúde
Agentes comunitários de saúde
Segurança do paciente
Profissionais de saúde
Primary health care
Community health agents
Patient safety
Health professionals
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva (PRPG)
Citação: MUSMANNO, L. H. F. Percepções dos agentes comunitários de saúde sobre a segurança do paciente. 2015. 100 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Saúde Coletiva) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5072
Data de defesa: 30-Mar-2015
Aparece nas coleções:Mestrado Profissional em Saúde Coletiva (PRPG)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Luiz Henrique Fernandes Musmanno - 2015.pdf1,15 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons