Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5278
Tipo do documento: Tese
Título: Binarismo na literatura: rosa e azul na coleção Jovens Leitores
Título(s) alternativo(s): Binary in the literature: pink and blue in Jovens Leitores collection
Autor: Cunha, Andréia Ferreira de Melo
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/7376687602806187
Primeiro orientador: Turchi, Maria Zaira
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/1028003493670371
Primeiro membro da banca: Turchi, Maria Zaira
Segundo membro da banca: Ceccantini, João Luís Cardoso Tápias
Terceiro membro da banca: Aguiar, Vera Teixeira de
Quarto membro da banca: Carrijo, Silvana Augusta
Quinto membro da banca: Souza, Agostinho Potenciano de
Resumo: A presente tese, “Binarismo na literatura: rosa e azul na coleção Jovens Leitores”, tem como objeto de estudo textos da produção juvenil dirigidos exclusivamente a garotas ou a garotos. Apresenta como suporte teórico os estudos históricos de literatura infantil e juvenil desenvolvidos por Ferral; Jackson e Richards, pesquisadores que postulam a existência de uma literatura dividida em duas linhas paralelas, segundo se destinem a meninos ou a meninas. A tese é composta por duas partes principais. A primeira parte recupera a trajetória da literatura de natureza binária (para meninas e para meninos), a partir de uma perspectiva histórica. A segunda parte tem como foco central a análise sistemática de trinta e oito narrativas que compõem as séries Rosa-Choque e Azul Radical, constantes da coleção Jovens Leitores, da editora Rocco, a partir de um modelo de grade desenvolvido por João Luís Ceccantini (2000). A série Rosa-Choque reúne obras das autoras Ann Brashares, Márcia Kupstas, Angélica Lopes, Thalita Rebouças, Louise Rennison e Cherry Whytock. A série Azul Radical é formada por narrativas dos autores Alberto Alecrim, Ariel Dorfman e Joaquim Dorfman, Ricardo Hofstetter, Domenica Luciani e Gustavo Reiz. A escolha das séries foi motivada pelo projeto explícito que cada uma apresenta de ser voltada para garotos ou para garotas, a partir de premissas que definiriam diferentes focos de interesse. O conjunto das obras revelou que as vertentes sofreram modificação desde que se forjaram. No modelo atual, elas dialogam diretamente com certo tipo de jovem, de classe média, morador dos centros urbanos e essencialmente consumista. A narrativa psicológica ganhou mais espaço, rompendo, em parte, com a clássica divisão entre literatura de aventura para garotos e literatura sentimental para garotas. No confronto que se estabeleceu entre a literatura escrita por autores brasileiros e estrangeiros, ficou evidente a incipiência da produção nacional, uma vez que nosso país valoriza pouco o que a crítica compreende como “literatura de entretenimento”. O resultado é que, enquanto a literatura estrangeira lança obras que revelam um eficiente trabalho ético e estético, a realidade nacional é povoada por uma literatura anódina e empobrecida.
Abstract: This thesis, “Binary in the literature: pink and blue in Jovens Leitores collection”, has as its object of study texts by juvenile production directed exclusively to girls or to boys. It presents as theoretical support the historical studies of literature for children and youth developed by Ferral; Jackson and Richards, researchers that have postulated the existence of a literature divided into two parallel lines, accordant to boys or to girls. The thesis consists of two main parts. The first part retrieves the path of literature of binary nature (for girls and for boys), from a historical perspective. The second part has as its central focus the systematic analysis of 38 narratives that comprise Rosa-Choque and Azul Radical series, contained in Jovens Leitores collection, published by editora Rocco, from a grid model developed by João Luís Ceccantini (2000). The Rosa-Choque series brings together works from authors Ann Brashares, Marcia Kupstas, Angélica Lopes, Thalita Rebouças, Louise Rennison and Cherry Whytock. Azul Radical series consists of narratives by Alberto Alecrim, Ariel Dorfman and Joaquin Dorfman, Richard Hofstetter, Domenica Luciani and Gustavo Reiz. The choice for these series was motivated by the explicit design that each one has, geared towards boys or girls, from premises that define different focuses of interest. The set of works revealed that strands suffered changes since they were forged. In the current model, they dialogue directly with a certain type of young, middle-class, resident of urban centers and essentially consumer. The psychological narrative gained more space, breaking in part with the classic division between adventure literature for boys and sentimental literature for girls. In the comparison established between the literature written by Brazilian and foreign authors, the incipiency of domestic production was evident, since our country don’t values what criticism understands as "entertainment literature." The result is that while foreign literature launches works that reveal an efficient ethical and aesthetic work, the national reality is invaded by an anodyne and impoverished literature.
Palavras-chave: Literatura juvenil
Binarismo na literatura
Coleção Rosa-Choque
Coleção Azul Radical
Juvenile literature
Binarism in literature
Rosa-Choque collection
Azul Radical collection
Área(s) do CNPq: LETRAS::TEORIA LITERARIA
LINGUISTICA::TEORIA E ANALISE LINGUISTICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Letras - FL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL)
Citação: CUNHA, A. F. M. Binarismo na literatura: rosa e azul na coleção Jovens Leitores. 2014. 226 f. Tese (Doutorado em Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5278
Data de defesa: 24-Abr-2014
Aparece nas coleções:Doutorado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Andréia Ferreira de Melo Cunha - 2014.pdf1,78 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons