Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7154
Tipo do documento: Tese
Título: Crenças de uma formadora de professores de língua inglesa e reflexões de seus alunos sobre o papel do bom formador
Título(s) alternativo(s): Beliefs of an English language teacher educator and reflections of her undergraduate students about the good teacher educator’s role
Autor: Borges, Tatiana Diello
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/0193652190218841
Primeiro orientador: Preuss, Elena Ortiz
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/1294160176645666
Primeiro membro da banca: Preuss, Elena Ortiz
Segundo membro da banca: Souza, Agostinho Potenciano de
Terceiro membro da banca: Figueiredo, Francisco José Quaresma de
Quarto membro da banca: Oliveira, Hélvio Frank de
Quinto membro da banca: Lima, Rosely Ribeiro
Resumo: Esta pesquisa, realizada em um curso de Letras Inglês de uma universidade pública da região centro-oeste do Brasil, teve como objetivo investigar as crenças de uma professora formadora de língua inglesa acerca do que significa ser um bom professor formador de inglês ao longo do processo de se ensinar/aprender, além de verificar as reflexões de seus alunos, professores em formação, acerca de suas crenças. O referencial teórico apoiou-se na área de formação de professores de línguas (PERRENOUD, 1999; CELANI, 2001, 2003; ALARCÃO, 2002, 2011; MATEUS, 2002; VIEIRA-ABRAHÃO, 2002; ARAÚJO, 2004; MIZUKAMI, 2005; OLIVEIRA, 2008; MAZZA; ALVAREZ, 2011; NASCIMENTO, 2011; VIANA, 2011; HALU, 2014) e de crenças no campo de ensino/aprendizagem de línguas (PAJARES, 1992; GIMENEZ, 1994; JOHNSON, 1994; BARCELOS, 1995; HORWITZ, 1999; SILVA, 2005; SOARES; BEJARANO, 2008; PERINE, 2012; MARQUES DE OLIVEIRA, 2013; HAYASHI, 2015). A metodologia escolhida foi o estudo de caso, e os seguintes instrumentos de coleta de dados foram utilizados: questionários, narrativa, entrevistas, observações de aulas, acompanhadas de anotações de campo e gravações em áudio, e grupo de discussão. Quanto às crenças da professora formadora, os resultados sugerem que ela acredita que o bom professor formador faz uso de trabalho em pares/grupos, emprega atividades lúdicas em suas aulas, preza pela formação contínua, utiliza recursos tecnológicos, não trabalha apenas com intelectualidade, mas também com emoções/sentimentos, e pode influenciar a adoção de posturas ao longo da formação e prática docente do professor em formação. Os dados obtidos também revelam a existência de uma crença central na qual se sustentam as demais crenças da professora formadora: o bom professor formador deve estar atento ao ambiente para que o aprendiz se sinta confortável para aprender. Verifica-se ainda que há congruência entre as crenças da formadora e suas ações pedagógicas. No tocante às reflexões dos alunos, professores em formação, em relação às crenças de sua docente formadora, os resultados indicam que eles compartilham de suas crenças e percebem que influenciam de modo positivo tanto em sua formação acadêmica quanto em suas práticas docentes, uma vez que já atuam como professores de língua inglesa. A análise das reflexões dos acadêmicos sugere também que a crença central da docente formadora de que o bom docente formador se preocupa em tornar o contexto de aprendizagem o mais favorável possível parece ser entendida por seus alunos positivamente, uma vez que demonstram uma postura mais humanizadora porque reconhecem que os aspectos emocionais dos aprendizes devem ser levados em consideração. Este estudo evidencia a importância de considerarmos seriamente a possibilidade de influência do docente formador em relação a seus formandos. É imprescindível ter isso em mente ao se formar professores, pois as crenças e ações dos formadores podem influenciar tanto de modo positivo quanto negativo.
Abstract: This research was carried out in a Modern Language Course at a federal university in central western Brazil and aimed at investigating the beliefs of an English language teacher educator about what it means to be a good English language teacher educator in the process of teaching and learning, and also at verifying the reflections of the English language teacher educator’s students, pre-service English teachers, about her beliefs. The theoretical framework was based on the field of language teachers’ education (PERRENOUD, 1999; CELANI, 2001, 2003; ALARCÃO, 2002, 2011; MATEUS, 2002; VIEIRA-ABRAHÃO, 2002; ARAÚJO, 2004; MIZUKAMI, 2005; OLIVEIRA, 2008; MAZZA; ALVAREZ, 2011; NASCIMENTO, 2011; VIANA, 2011; HALU, 2014) and beliefs about foreign language teaching/learning (PAJARES, 1992; GIMENEZ, 1994; JOHNSON, 1994; BARCELOS, 1995; HORWITZ, 1999; SILVA, 2005; SOARES; BEJARANO, 2008; PERINE, 2012; MARQUES DE OLIVEIRA, 2013; HAYASHI, 2015). The case study methodology was employed and the following data collection instruments were used: questionnaires, narrative, interviews, class observations (supported by field notes and audio recordings), and group discussion. Regarding the teacher educator’s beliefs, results suggest that she believes that the good teacher educator makes use of pair/group work, employs ludic activities in classes, values continuous education, uses technological resources, works not only with intellectuality, but also with emotions/feelings, and can influence the adoption of postures throughout pre-service teacher’s academic education and teaching practice. The data obtained also reveal the existence of a central belief in which the other beliefs of the English language teacher educator are held: the good teacher educator must pay careful attention to the learning environment so that the learner can feel comfortable to learn. It is also verified that there is congruence between the teacher educator’s beliefs and her pedagogical actions. As for the reflections of students, pre-service teachers, concerning their teacher educator’s beliefs, results indicate that they share her beliefs and understand that they influence in a positive way both their academic education and teaching practices, since they already work as English language teachers. The analysis of the students’ reflections also suggests that the teacher educator’s central belief - the good teacher educator must pay careful attention to the learning environment so that the learner can feel comfortable to learn - seems to be understood in a positive way by the students, once they demonstrate a more humanized posture because they acknowledge that the learners’ emotional framework must be taken into consideration. This study indicates the importance of seriously considering the possibility of teacher educator’s influence in relation to their undergraduate students. It is imperative to keep this in mind when dealing with teachers’ education, since teacher educator’s beliefs and actions can influence both positively and negatively.
Palavras-chave: Formação de professores de línguas
Professor formador de inglês
Crenças
Crenças específicas
Language teachers’ education
English language teacher educator
Beliefs
Specific beliefs
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Letras - FL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL)
Citação: BORGES, Tatiana Diello. Crenças de uma formadora de professores de língua inglesa e reflexões de seus alunos sobre o papel do bom formador. 2017.158 f. Tese (Doutorado em Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7154
Data de defesa: 31-Mar-2017
Aparece nas coleções:Doutorado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Tatiana Diello Borges - 2017.pdf2,1 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons