Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/132
Tipo do documento: Artigo publicado em periódico científico
Título: Ureia polímero e ureia pecuária como fontes de nitrogênio sóluvel no rúmen: Parâmetros ruminal e plasmático
Título(s) alternativo(s): Urea polymer and urea salt as soluble nitrogen source in rumen: Ruminal and plasma parameters
Autor: Paula, Anderson Alves Garcia de
Ferreira, Reginaldo Nassar
Orsine, Geisa Fleury
Guimarães, Leonardo Oliveira
Oliveira, Euclides Reuter de
Abstract: Avaliaram-se os parâmetros ruminal (pH e N-NH3) e plasmático (ureia) de vacas mestiças (holandês x zebu)não-lactantes, canuladas no rúmen, inoculadas ou não com 28 g/animal/dia de nitrogênio não-proteico. Mantiveram-se os animais em estábulos, em que água, suplemento mineral e feno de Brachiaria brizantha triturado eram oferecidos à vontade. Os tratamentos foram: TC (controle – sem inoculação de fonte de nitrogênio); TU (inoculação de ureia pecuária) e TUP (inoculação ureia polímero). Os tempos de observação foram: 0; 0,5; 1,0; 1,5; 2,0; 2,5; 3,0; 3,5; 4,0; 4,5; 5,0; 5,5; 6,0; 9,0; 12 e 24 horas após a inoculação da fonte de nitrogênio no rúmen. Utilizou-se como delineamento experimental o quadrado latino 3 x 3 duplicado. Fez-se a comparação entre as médias pelo teste de Scott-Knott a 5% de probabilidade. As concentrações médias de N-NH3 ruminal para TUP mostraram-se superiores (P<0,05) aos TC e TU nos tempos de duas a seis horas após a inoculação das fontes de nitrogênio no rúmen. No tempo de duas horas, o TUP apresentou o nível mais alto e significativo (P<0,05) em relação ao TC e TU, com valor de 36,43 mg de N-NH3/dL. O pH ruminal foi significativamente menor (P<0,05) para TUP nos tempos de 5,5 e 6 horas (6,54 e 6,59) em relação à TC (6,76 e 6,83) e TU (6,80 e 6,86). No tempo de 0,5 horas, o TU apresentou nível sérico de ureia significativamente (P<0,05) mais elevado (16,70 mg/dL) que os demais tratamentos. A ureia polímero proporcionou, além de estabilidade no pH, uma maior e constante concentração de N-NH3 no meio ruminal, durante os tempos de observação. _______________________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT _______________________________________________________________________________________________________________________ Ruminal (pH, N-NH3) and plasmatic (urea) parameters were evaluated in crossbred cows no lactiferous (Holstein x Zebu), canulated in rumen and inoculated with 28 g/ animal/day of nitrogen no protein. The animals had been estabulated and supplied with water, mineral supplement and ground hay of Brachiaria brizantha”, ad libitum”. The treatments were: TC (control - without inoculation of nitrogen source in rumen); TU (inoculation of urea source) and TUP (inoculation of urea polymer source. The times of observations were: 0; 0.5; .1.0; 1.5; 2.0; 2.5; 3.0; 3.5; 4.0; 4.5; 5.0; 5.5; 6.0; 9.0; 12 and 24 hours after the inoculation of nitrogen source in rumen. The experimental design was Latin square 3x3 duplicate. The comparison between the averages was done the test of Scott-Knott in 5% of probability. The values of N-NH3, in treatment TUP was higher (P<0.05) than treatments TC and TU at times of 2.0 to 6.0 hours after the inoculations of the nitrogen sources in the rumen. In the time of 6 hours, the TUP it was significantly higher (P<0.05) than TC e TU, with value of 36.43 mg of N-NH3/ dL. The ruminal pH was significantly lesser (P<0.05) for TUP at times of 5.5 and 6 hours (6.54 and 6.59) in relation the TC (6.76 and 6.83) and TU (6.80 and 6.86). In the time of 0.5 hours, TU presented a significantly higher (16.70 mg/ dL) plasmatic urea level (P<0.05) than others treatments. The urea polymer presents a ruminal provided stability in pH and higher concentration of N-NH3 during the times of observations.
Unidade acadêmica: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Citação: PAULA, Anderson Alves Garcia de; FERREIRA, Reginaldo Nassar; ORSINE, Geisa Fleury; GUIMARÃES, Leonardo Oliveira; OLIVEIRA, Euclides Reuter de. Ureia polímero e ureia pecuária como fontes de nitrogênio solúvel no rúmen: parâmetros ruminal e plasmático. Ciência Animal Brasileira, Goiânia, v. 10, n. 1, 2009. Disponível em: <http://www.revistas.ufg.br/index.php/vet/article/view/5884/4565>.
Tipo de acesso: Open Access
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/132
Data de publicação: 2009
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ureia.pdf376,81 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons