Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13104
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorOliveira, Jaison Pereira de-
dc.creatorChaves, Lázaro José-
dc.creatorDuarte, João Batista-
dc.creatorBrasil, Edward Madureira-
dc.creatorFerreira Junior, Leonides Teodoro-
dc.creatorRibeiro, Keyla de Oliveira-
dc.date.accessioned2017-12-07T11:33:56Z-
dc.date.available2017-12-07T11:33:56Z-
dc.date.issued2004-04-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Jaison Pereira de; CHAVES, Lázaro José; DUARTE, João Batista; BRASIL, Edward Madureira; FERREIRA JUNIOR, Leonides Teodoro; RIBEIRO, Keyla de Oliveira. Teor de proteína no grão em populações de milho de alta qualidade protéica e seus cruzamentos. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 34, n. 1, p. 45-51, jan/abr. 2004. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/2341>.pt_BR
dc.identifier.issn1517-6398-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13104-
dc.description.abstractCorn is employed in animal feed as an energy source, but as a protein source it is deficient in lysine and triptophan. Thus, the present study evaluated open pollinated populations of quality protein maize (QPM) and their crosses for total grain protein. The heterosis and its components were quantified as useful parameters for breeding these populations. The analyses were carried out on 96 hybrids, derived from eight populations of dent grains (group 1) and thirteen of flint grains (group 2), including their parents in a partial diallel intergroup design. Kjeldahl's method was used to analyse total protein content. Variance analysis results were significant for all effects, revealing heterogeneity among and within the groups, as well as the presence of heterosis. The total protein content means of group 1 and group 2 were 9.67 g/100g and 10.51 g/100g, respectively, and the mean of hybrid combinations was 11.86 g/100g. The general mean involving all parents and crosses was 11.61 g/100g. The average heterosis was 17.58%, revealing the superiority of the hybrids over the parents. As far as general combining ability and yield mean are concerned, the best parents were CMS 454, CMS 474 and ZQP 103 (group 1) and CMS 453, BR 473, CMS 463, CMS 458 and ZQP 102 (group 2). These populations are recommended for QPM composites with high protein content.pt_BR
dc.description.sponsorshipUFGpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherJoão Batista Duartept_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectZea mayspt_BR
dc.subjectProteínapt_BR
dc.subjectQualidade nutricionalpt_BR
dc.subjectQPMpt_BR
dc.subjectDialelopt_BR
dc.subjectProteinpt_BR
dc.subjectNutrition qualitypt_BR
dc.subjectDiallelpt_BR
dc.titleTeor de proteína no grão em populações de milho de alta qualidade protéica e seus cruzamentospt_BR
dc.title.alternativeKernel protein content in quality protein maize populations and their crossespt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoO milho é um alimento de alto valor energético e de baixo valor protéico. Além disso, apresenta uma carência em aminoácidos essenciais como lisina e triptofano. O objetivo deste trabalho foi avaliar populações de milho de alta qualidade protéica (QPM) e seus cruzamentos, quanto ao teor de proteína total no grão, deter-minando-se a heterose e seus componentes, como subsídio para programas de melhoramento genético. As análises foram execu-tadas em 96 híbridos, provenientes de oito populações de grãos dentados e treze de grãos duros, incluindo os genitores, em um esquema dialélico parcial intergrupos. A proteína total em amostras de grãos foi determinada utilizando-se o método de Kjeldahl. Os resultados da análise de variância apresentaram significância para todos os efeitos do modelo, revelando heterogeneidade entre e dentro dos grupos, além da existência de heterose. Com relação ao teor de proteína total, a média do grupo dentado foi de 9,67 g/ 100g e a do grupo duro, de 10,51 g/100g, enquanto nas combinações híbridas a média foi de 11,86 g/100g. A média geral, envolvendo todos os genitores e cruzamentos, foi de 11,61 g/ 100g. A heterose média correspondeu a 17,58%, revelando uma superioridade média dos híbridos em relação aos genitores. Os melhores genitores quanto à capacidade geral de combinação foram CMS 454, CMS 474 e ZQP 103 (dentados) e o CMS 453, BR 473, CMS 463, CMS 458 e ZQP 102 (duros). Tais genótipos são os potencialmente indicados para formação de compostos QPM com alto teor de proteína.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFGpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Agronomia e Engenharia de Alimentos - EAEA (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Jaison Pereira de Oliveira - 2004.pdf282,74 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons