Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16461
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSofiati, Flávio Munhoz-
dc.date.accessioned2018-11-21T11:59:13Z-
dc.date.available2018-11-21T11:59:13Z-
dc.date.issued2012-06-
dc.identifier.citationSOFIATI, Flávio Munhoz. A juventude da teologia da libertação. Horizonte, Belo Horizonte, v. 10, n. 26, p. 333-356, abr./jun. 2012.pt_BR
dc.identifier.issn2175-5841-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16461-
dc.description.abstractThis article analyzes the process of formation of PJB: its pedagogical method and its policy options. The analysis is developed through a historical context that identifies the changes in the method of PJB in the 1980s and 1990s. The text shows that during the 1980s PJB emphasized the political dimension in their training activities and participated in the various social movements that were organized around the proposed re-democratization of Brazil. However, in the 1990s came a reformulation of the method that emphasized the education of the personal and theological dimensions, encouraging a practice directed towards the interior of the Catholic Church. Some factors contributed to these changes. As an internal factor, the article mentions the return of the Pentecostal movement in the Catholic religious scenery, which hindered the articulation of the PJB with the parish youth groups. As an external factor the text cites the advent of postmodern culture in Brazilian society that brought the predominance of individualistic practices devoid of collective sense.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectReligiãopt_BR
dc.subjectJuventudept_BR
dc.subjectCatolicismopt_BR
dc.subjectTeologia da libertaçãopt_BR
dc.subjectPastorais da juventudept_BR
dc.subjectReligionpt_BR
dc.subjectYouthpt_BR
dc.subjectCatholicismpt_BR
dc.subjectLiberation theologypt_BR
dc.subjectYouth pastoralpt_BR
dc.titleA juventude da teologia da libertaçãopt_BR
dc.title.alternativeYouth of liberation theologypt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoO objeto de análise deste artigo é o processo de formação da PJB, isto é, seu método pedagógico e suas opções políticas. A análise se desenvolve a partir de uma contextualização histórica que busca identificar as mudanças ocorridas no método da PJB nas décadas de 1980 e 1990. Conclui-se que, durante os anos 1980, a PJB enfatizava a dimensão política em suas atividades de formação e participava dos diversos movimentos sociais que se organizavam em torno da proposta de redemocratização do Brasil. No entanto, nos anos 1990 ocorre uma reformulação do método, o qual passa a direcionar a formação para as dimensões pessoal e teológica, com uma prática voltada para o interior da Igreja Católica. Contribuíram com essas mudanças fatores internos, como o retorno do movimento pentecostal no cenário religioso católico que dificultou a articulação da PJB com os grupos de jovens paroquiais, e fatores externos, como o advento da cultura pós-moderna na sociedade brasileira que trouxe consigo o predomínio de práticas individualistas, isto é, destituídas de base coletiva/comunitária.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.identifier.doi10.5752/P.2175-5841.2012v10n26p333-
dc.publisher.departmentFaculdade de Ciências Sociais - FCS (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FCS - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Flávio Munhoz Sofiati - 2012.pdf217,36 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons