Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17379
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMachado, Flávia Regina Leão-
dc.creatorCorrêa, Krislainy de Sousa-
dc.creatorRabahi, Marcelo Fouad-
dc.date.accessioned2019-04-04T15:54:20Z-
dc.date.available2019-04-04T15:54:20Z-
dc.date.issued2011-12-
dc.identifier.citationMACHADO, Flávia Regina Leão; CORRÊA, Krislainy de Sousa; RABAHI, Marcelo Fouad. Efeitos do exercício físico combinado na dispnéia, capacidade funcional e qualidade de vida de pacientes com DPOC em uma clínica privada. ASSOBRAFIR Ciência, Londrina, v. 2, n. 2, p. 19-28, 2011.pt_BR
dc.identifier.issn2177-9333-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17379-
dc.description.abstractIntroduction: In patients with chronic obstructive pulmonary disease (COPD) the deterioration of lung function associated with the systemic effects of the disease leads to the development of exercise intolerance which may limit the daily life activities, resulting in a negative impact on quality of life. The study of exercise protocols for implementation in private clinics can be an interesting option to interrupt the vicious cycle of inactivity. Objective: To evaluate the effects of a combined exercise protocol on functional capacity, daily life activities and quality of life of patients with COPD in a private clinic. Methods: Case series of 17 patients with moderate to severe COPD. The subjects were former smokers, clinically stable and were admitted to the pulmonary rehabilitation center of a private clinic. We used the Six Minute Walking Test (6MWT) to assess the functional capacity, the Medical Research Council (MRC) dyspnea scale, the London Chest Activity Daily Living (LCADL) scale and the St. George’s Respiratory Questionnaire (SGRQ), before and after seven weeks of physical training, which included, in each session, muscle stretching exercise, resistance and aerobic exercise. Results: The comparison between pre and post intervention revealed a significant reduction in the scores of MRC (1.96 ± 0.93 vs. 1.00 ± 0.7, p = 0.01), LCADL (36.00 ± 9.59 vs 27.92 ± 6.54, p = 0.001) and quality of life (49.70 ± 12.32 vs. 38.15 ± 12.89, p = 0.001). Conclusion: The exercise protocol was proven to be effective in reducing dyspnea, and improve patients’ daily life activities and quality of life.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectDPOCpt_BR
dc.subjectExercíciopt_BR
dc.subjectDispneiapt_BR
dc.subjectQualidade de vidapt_BR
dc.subjectCOPDpt_BR
dc.subjectExercisept_BR
dc.subjectDyspneapt_BR
dc.subjectQuality of lifept_BR
dc.titleEfeitos do exercício físico combinado na dispnéia, capacidade funcional e qualidade de vida de pacientes com DPOC em uma clínica privadapt_BR
dc.title.alternativeEffects of combined physical exercise in dyspnea, functional capacity and quality of life in patients with COPD in a private clinicpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoIntrodução: Nos pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) a deterioração da função pulmonar associada aos efeitos sistêmicos da doença conduzem à intolerância ao exercício que pode limitar a realização das atividades de vida diária e gerar impacto negativo sobre a qualidade de vida. A investigação de protocolos para prática de exercício físico supervisionado em clínicas particulares pode ser uma opção interessante para quebra do ciclo vicioso de inatividade. Objetivo: Avaliar os efeitos do exercício físico combinado na capacidade funcional, atividades de vida diária e na qualidade de vida de pacientes com DPOC atendidos em uma clínica privada. Métodos: Série de casos com 17 pacientes com DPOC moderada e grave, estáveis clinicamente e ex-tabagistas, admitidos no ambulatório de reabilitação pulmonar em uma clínica privada. Foi aplicado o Teste da caminhada de seis minutos (TC6) para avaliação da capacidade funcional, escala Medical Research Council (MRC), a escala London Chest Activity Daily Living (LCADL) e o Saint Georges Respiratory Questionnaire (SGRQ), antes e após sete semanas de treinamento físico, que incluiu, em cada sessão, exercícios de alongamento, resistidos e aeróbico. Resultados: A comparação pré e pós intervenção revelou uma redução significativa dos escores da escala MRC (1,96 ± 0,93 vs 1,00 ± 0,7, p=0,01), na escala LCADL% total (36,00 ± 9,59 vs 27,92 ± 6,54, p=0,001) e no escore do questionário de avaliação da qualidade de vida (49,70 ± 12,32 vs 38,15 ± 12,89, p=0,001). Conclusões: O protocolo de exercícios proposto mostrou-se eficaz na redução do índice de dispnéia na execução das atividades de vida diária e na melhora da qualidade de vida dos pacientes.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Medicina - FM (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Flávia Regina Leão Machado - 2011.pdf824,09 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons