Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/21098
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorDias, Luciene de Oliveira-
dc.date.accessioned2022-08-05T13:56:05Z-
dc.date.available2022-08-05T13:56:05Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.citationDIAS, Luciene de Oliveira. Lente para mirar estrelas: mulheres e afetividades negras. Revista Humanidades & Inovação, Palmas, v. 6, n. 16, p. 58-66, 2019.pt_BR
dc.identifier.issne- 2358-8322-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/21098-
dc.description.abstractWe argue in this article that black feminism is a way of looking at the world with strong potential to bring to the discussion historically silenced and invisible issues. Speaking of black women from the lens of black feminism brings dimensions of black and female existence that cannot be separated. Therefore, we make use of intersectionalities and a literature review focused on productions of black feminists. Seeking to understand how racism and gender bias work against black women is a complex exercise that can shed new light on contemporary studies. We thus deal with legal, relational, and knowledge production issues by betting that representativeness matters and new writing is urgent.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectFeminismo negropt_BR
dc.subjectAfetividades negraspt_BR
dc.subjectInterseccionalidadespt_BR
dc.subjectMulheres negraspt_BR
dc.subjectBlack feminismpt_BR
dc.subjectBlack affectivitiespt_BR
dc.subjectIntersectionalitiespt_BR
dc.subjectBlack womenpt_BR
dc.titleLente para mirar estrelas: mulheres e afetividades negraspt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoDefendemos, neste artigo, que o feminismo negro é uma forma de olhar o mundo com forte potencial para trazer à discussão questões historicamente silenciadas e invisibilizadas. Falar de mulheres negras a partir da lente do feminismo negro aciona dimensões da existência negra e feminina que não podem ser separadas. Por isso, lançamos mão da interseccionalidades e de uma revisão bibliográfica focada em produções de feministas negras. Buscar entender como operam o racismo e o machismo contra mulheres negras é um exercício complexo e que pode trazer novas luzes aos estudos contemporâneos. Acionamos, assim, questões jurídicas, relacionais e de produção do conhecimento apostando que representatividade importa e novas escritas são urgentes.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Informação e Comunicação - FIC (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FIC - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Luciene de Oliveira Dias - 2019.pdf254,31 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons